7 de junho de 2020 às 07:04
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Suíca une grupos em ações solidárias, “o importante é salvar o máximo de vidas”


Publicado em: 12/05/2020 20:23
Por: Vitor Fernandes Ascom do Vereador Luiz Carlos Suíca | Foto: Divulgação


O movimento solidário envolve todo o corpo de servidores do mandato e tem o auxílio do SindilimpBA e de estudantes da capital, lideranças comunitárias e presidentes de associações.

Moradores de localidades de Salvador como Pernambués, Nordeste de Amaralina, Nova Constituinte, Subúrbio Ferroviário, Vila Ruy Barbosa, Jardim Cruzeiro, Calçada, Pau Miúdo, Narandiba e Saramandaia receberam ações do movimento solidário encabeçado pelo vereador Luiz Carlos Suíca (PT) desde o início da pandemia do novo coronavírus. Kits de limpeza, de alimentos, máscaras, sopas, e até entrega de ovos de páscoa foram entregues a famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica e trabalhadores que atuam com reciclagem. Nesta terça-feira (12), Suíca comentou as ações e disse que tem a ajuda do mandato, de associações comunitários, de grupos de bairros e de artistas.

“Desde o começo criamos uma rede para atender os moradores de diferentes bairros, o mandato todo tem rotacionado as ações para levar essas doações e organizar as entregas. Temos feito de forma gradativa e contínua. São ações solidárias do mandato, desde quando surgiu a pandemia. A entrega de sopas, por exemplo, acontece de 15 em 15 dias.  Logo quando começou o isolamento, em março, começaram as doações. Também utilizamos 10 carros de som, como estratégia de conscientização”, informa o edil petista. As ações aconteceram também em datas como, o dia da mulher, primeiro de maio e dia das mães. “Agora, precisamos focar em salvar vidas, e esse grupo de trabalho tem esse objetivo”, descreve.

Suíca defende a participação de todos no processo e articula novas doações. Ele aponta que mais de 60 mil cestas básicas foram distribuídas em diferentes localidades. “A intenção é ampliar esse número e envolver mais pessoas. Com segurança, conseguiremos atingir o maior número de pessoas. É fundamental que as famílias mais vulneráveis tenham garantias. Primeiro deve ser a alimentação”, salienta o vereador.

Comentários