23 de setembro de 2020 às 02:21
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Santa Casa realiza ‘visitas virtuais’ para pacientes com Covid-19


Publicado em: 02/05/2020 11:26
Por: Redação Bahia Municípios Com Agências Foto: Divulgação / Santa Casa de Misericórdia


A equipe da Unidade de Tratamento Intensivo do coronavírus da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna encontrou uma forma de confortar os pacientes com “visitas virtuais” de suas famílias. Os profissionais de plantão utilizam um tablet com acesso à internet para aproximar o vínculo familiar.

 

Segundo o AratuOn, a visita virtual está sendo coordenada por psicólogos da unidade de terapia da Covid-19 que, antes de tudo, fazem uma avaliação com base nos critérios clínicos do paciente. Isso determina quem receberá as visitas e quem só receberá estímulos. “Só recebe a visita virtual da família pacientes que não estão sedados e ainda conseguem falar. Já os pacientes que encontram-se sedados e sem condições de fala, recebem outros estímulos, através de áudios, mensagens e músicas enviadas pela própria família”, explicou a psicóloga da unidade médica, Laíse Nascimento.

 

De acordo com o médico intensivista e provedor da Santa Casa de Itabuna, Eric Júnior, a ação faz parte do trabalho de humanização institucional, que além de tratar os pacientes, traz conforto às pessoas internadas e aos seus familiares neste momento tão delicado. “Entendemos que este tipo de situação não deve ser fácil para ninguém. Saber que um familiar seu está na UTI e não poder visitá-lo, isso é doloroso para quem está do outro lado. Por mais amor e cuidado que os pacientes recebam da equipe, ter o carinho da família sempre dá um alento, por isso, resolvemos promover estas visitas. E o resultado desta nossa pequena atitude tem sido positivo para a recuperação destes pacientes”, comentou o médico.

 

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna informou que a segurança do paciente é prioridade institucional, e os equipamentos utilizados na ação são higienizados conforme protocolo definido junto a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH).

Comentários