19 de outubro de 2020 às 21:26
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Salvador possui bairros carentes de saneamento básico e de projetos estruturais


Publicado em: 16/10/2020 16:11
Por: Redação Bahia Municípios | Foto: Divulgação Ascom Maíza Leão


Uma campanha política diferente é o que temos visto nesse pleito de 2020. Tal constatação se deve não só pelo contexto da pandemia, mas também por maior rigidez na divulgação de candidaturas. Então mais do que nunca a “militância digital” e o pedido de voto direto nunca estiveram tão em alta. Assim, foi através de uma incentivadora da candidata a vereadora de Salvador, Maíza Leão, que passamos a conhecer mais uma candidata representante da força da mulher na política.

Quem é a candidata Maíza Leão que vem crescendo na mídia da capítal ?

Nasci em Vitória da Conquista, mas vim morar em Salvador há 32 anos, quando minha avó paterna, que me criava desde os meus 2 anos, faleceu. Minha avó era uma mulher guerreira que, mesmo sofrendo com a perda de seus dois filhos, meu pai e meu tio, que faleceram em um acidente de carro quando eu tinha apenas 10 anos, e depois com a perda do seu filho caçula, em outro acidente e um outro por doença, sempre foi a minha fortaleza. Minha avó sempre foi minha referência, meu exemplo de fé inabalável.

Tenho um filho de 23 anos, Vitor, que é o meu orgulho. Ele está cursando o último ano de Engenharia Mecânica no IME, no Rio de Janeiro e é uma benção em minha vida. Vitor é a minha luz, a minha força, meu porto seguro. Com ele, todos os dias, mais aprendo que ensino. Eu não seria quem sou se não fosse Maíza, mãe de Vitor.

Sou formada em economia pela Faculdade Católica de Ciências Econômicas da Bahia (1994) com Especialização (MBA) em Engenharia de Negócios e Gestão de Empresas pela Universidade Baiana de Direito (2020), atuei por mais de 20 anos na iniciativa privada e em instituições financeiras.

Minha vida profissional na área da política começou em 2002, na cidade de Natal, Rio Grande do Norte, onde fiz o gerenciamento do telemarketing político da então governadora Wilma Maria de Faria, com quem atuei, diretamente, após a vitória, por mais três anos.

Atuei como assessora parlamentar do deputado estadual Cacá Leão, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), de 2010 a 2012 e, no ano seguinte até 2014, fui assessora parlamentar do então deputado federal João Leão, na Câmara Federal.

Na administração pública do Estado da Bahia, atuei como assessora técnica na Secretaria de Planejamento (Seplan), de janeiro de 2015 a março de 2019, e fui assessora especial na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), de março de 2019 até início de julho de 2020.

Minha experiência como assessora do vice-governador João Leão, por mais de 10 anos, fez com que eu ficasse conhecida como Maíza Leão. Por isso, abracei esse projeto e estou como candidata a vereadora de Salvador pelo PP.

Nos fale do seu principal projeto a ser executado, caso seja eleita vereadora.

Defendo o DESENVOLVIMENTO em todos os âmbitos e segmentos a partir de dois pilares:

  • DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO;
  • DESENVOLVIMENTO SOCIAL.

O desenvolvimento econômico de Salvador será refletido em todos os âmbitos e segmentos. O mais importante e necessário no momento, neste cenário de pandemia da covid-19, são incentivos, projetos, programas e ações para a recuperação do comércio e das pequenas e médias empresas que foram as que mais sentiram. Precisamos recuperar os índices e o ‘’sentimento’’ empreendedor.

Se você fosse vereadora de Salvador atualmente. Como iria se posicionar em relação a questão da pandemia de covid-19?

De uma maneira geral, o papel do vereador é representar as pessoas de sua comunidade e todo o município. Seguiria primeiro as orientações da OMS e os decretos federais, estaduais e municipais, que precisam ser respeitados por todos, então eu seria a favor das medidas para salvar vidas. Sabemos da importância da economia para todos – eu trataria da abertura gradual e responsável do comércio, respeitando todas as medidas sanitárias. Nossa cidade e nosso estado deram um ‘’show’’ de respeito à vida.

Como você analisa o cenário político municipal?

Em 2020, já teríamos uma eleição diferente, devido às mudanças e ao fato de não haver mais coligações para os candidatos a vereadores. O cenário da pandemia nos trouxe uma campanha desafiadora em vários aspectos e ele tem sido igual em todos os lugares. Está sendo um aspecto comum a presença de eleitores com dúvidas e com medo de sair para votar e de candidatos aprendendo a lidar com restrições em uma campanha 90% digital, que nos apresenta um cenário completamente novo e muito desafiador para nós candidatos.

Quais os bairros de Salvador onde você tem encontrado mais receptividade?  

Como já explanei, defendo o desenvolvimento econômico e social. Visitei diversos bairros de Salvador, dentre eles, Sussuarana, Plataforma, Cidade Baixa, Ribeira, Paripe, São Caetano, Periperi, Boca da Mata de Valéria, Barra, Pituba, Brotas, Jardim Cajazeiras, Garcia, Vila Canária, Cajazeiras, Suburbana e sem falar da Ilha dos Frades, Ilha de Maré e Bom Jesus dos Passos.

Como está sendo a experiência do contato direto com as comunidades?

A experiência é gratificante, o vereador como agente público além de propor Leis que beneficiem os cidadãos deve estar na linha de frente ouvindo as demandas sociais e vendo de perto a realidade de cada comunidade , Salvador, apesar de bela é uma cidade de maioria negra e pobre, onde ainda há muito a ser feito, temos bairros que precisam desde projetos estruturais, até obras de saneamento básico. O braço do poder municipal tem que alcançar essas pessoas e resolver essas demandas.

O que você gostaria de acrescentar que não foi perguntando na entrevista?

Quero descrever algumas das minhas propostas de campanhas:

  • Implementação de mandato participativo, o qual os cidadãos poderão enviar projetos que serão selecionados;
  • Defesa e indicação de projetos que implementem ações de fortalecimento, preservação e de defesa dos direitos das mulheres soteropolitanas;
  • Defesa e indicação de projetos que proponham mais incentivos e de fomento para pequenas e médias empresas após a pandemia da covid-19;
  • Defesa e indicação de projetos que possibilite ações que promovam atração e incentivos a novos negócios, empresas e indústrias para o município de Salvador;
  • Defesa e indicação de projetos que possibilitem fomento direcionados ao setor turístico da capital;
  • Defesa de ações, programas e propostas que objetivem capacitar e qualificar pessoas para serem inseridas no mercado de trabalho;
  • Defesa e incentivo de projetos que promovam a inovação e tecnologia;
  • Defesa e indicação de projetos e ações de saúde preventiva e de saúde da família, de campanhas educativas, de vigilância sanitária;
  • Defesa e indicação de projetos que proporcionem mais acesso à saúde, a tratamentos adequados e de qualidade;
  • Defesa de projetos que concretizem obras estruturais e de saneamento para os bairros de Salvador;
  • Defesa de ações, projetos e programas que promovam a igualdade racial;
  • Defesa de ações, projetos ou programas que visem a ações efetivas no âmbito da Segurança pública cidadã.

Maíza Leão é candidata a vereadora de Salvador pelo Partido Progressista (PP).

Comentários