21 de outubro de 2020 às 04:54
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Rui e Neto detalham hoje plano de reabertura da economia


Publicado em: 07/07/2020 9:44
Por: Redação Bahia Municípios com Informações do Bahia Econômica Por: João Paulo Almeida  Foto : Divulgação


Em entrevista coletiva que será realizada hoje na capital, o prefeito ACM Neto (DEM) e o governador Rui Costa (PT) vão detalhar os planos de reabertura da economia da Bahia. As primeiras informações apontam que o plano será executado em fases, onde na primeira fase apenas os shoppings da capital e outros serviços pequenos serão retomados com medidas rígidas de protocolos. (Veja aqui).

Ontem, o prefeito anunciou duas medidas para ajudar os empresários nesse momento de crise. A primeira foi o adiamento do pagamento do IPTU a partir de agosto e a outra foi a emissão de um certificado para ajudar a empresa a conseguir crédito. O prefeito afirmou que as medidas fazem parte de um pacote de ações que vão servir para que o empresário tenha um alento nesse período de portas fechadas. (Veja aqui).

Em contato com o portal Bahia Econômica o presidente do Sindicato dos Lojistas do Estado da Bahia, Paulo Mota, explicou que as medidas são positivas mas deveriam ser tratadas desde março coisa que não aconteceu. Segundo ele o setor não suporta mais tanto tempo fechado.

” Nós tínhamos a esperança de ouvir hoje que ele iria abrir o comércio e a economia. Eu achei que ele iria tomar uma medida econômica, mas foi pelo lado político. Adiar o IPTU é fundamental, já devia ter acontecido em março, coisa que não aconteceu, mas é valido que seja feita agora”, explicou.(Veja aqui).

O prefeito também já havia dito que para a retomada da economia dependem do comportamento do vírus na cidade. “Não podemos abrir tudo de vez e ter uma explosão no número de casos. Tudo tem que ser feito com cautela”, explicou o prefeito.

Em relação ao boletim do Comitê Científico do Consórcio Nordeste que orienta um lockdown em Salvador (veja aqui), o prefeito disse que, até o momento, não tem se respaldado nas notas técnicas do Consórcio para implementar medidas na cidade.

Comentários