22 de fevereiro de 2020 às 21:40
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Recadastramento da Tarifa Social do Ferry é suspenso após ação conjunta


Publicado em: 12/02/2020 22:08
Por: Redação | Foto: Divulgação


“Fomos a Agerba na condição de presidente da Comissão de Serviços Públicos da Alba. Esta é uma pauta de defesa do mandato e conseguimos ainda a criação de um grupo de trabalho com os deputados e representantes de Vera Cruz e Itaparica para construirmos uma resolução com critérios que garantam segurança para os trabalhadores, moradores e estudantes das localidades”, explicou Fabíola.

Recentemente foi divulgado o recadastramento da tarifa social exigindo que o usuário esteja inscrito no Programa Bolsa Família do Governo Federal para ter acesso ao benefício. Este fator preocupou os usuários porque muitos deles não recebem o benefício do Governo Federal, e por isso acabariam sendo prejudicados, perdendo o direito à tarifa social.

“Essa é uma medida que nos preocupou muito tendo em vista que a grande maioria dos beneficiários da tarifa é formada por pessoas carentes, de baixa renda, que dependem desse único meio de transporte para se deslocarem até seus trabalhos e não possuem condições de arcar com esse custo mensal”, disse Fabíola que se mostrou otimista com o diálogo na AGERBA. “Nosso pleito foi compreendido e agora teremos um nova missão pela frente que é construir uma resolução justa para os beneficiários.”, concluiu.

De acordo com Fabíola na próxima semana o grupo de trabalho já terá a primeira reunião na sede da AGERBA. Também participaram do encontro o presidente da Câmara de Itaparica, Jorge da Silva, o secretário de Relações Institucionais, Jadilson, as lideranças de Vera Cruz, Ane Sales e Professor Lucas e a representante dos usuários do ferry- boat, Mônica.

Comentários