21 de outubro de 2020 às 01:48
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Prefeito de Feira não descarta lockdown em bairros com maior mobilidade


Publicado em: 26/05/2020 10:53
Por: Redação Bahia Municípios com Agências Foto: Divulgação


O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins informou que não pretende adotar o lockdown na cidade, mas que a aplicação da medida não está descartada em bairros que apresentam maior mobilidade – as circunstâncias estão sendo avaliadas. “A gente pode pensar numa restrição ainda maior nestes locais”, afirmou Colbert Filho, durante a coletiva semanal virtual, na segunda-feira (25).

A medida extrema, diz o prefeito, deve ser rápida, visto às condições que se tem na cidade. Mas, de acordo com ele, esta não é a última medida a ser adotada para tirar as pessoas das ruas.“Espero não participar de uma ação desta de fechamento total da cidade”. A medição dos índices de circulação de pessoas nas ruas, o isolamento social, está sendo feita por empresas de telecomunicação móvel e os números estão sendo apresentados diariamente, às 15h, e atualizados.

No domingo, o índice de isolamento foi de 45,9%, alguns pontos percentuais abaixo do recomendado pelas autoridades sanitárias. O ideal é 70%. Estes números serão divulgados diariamente no site www.feiradesantana.ba.gov.br. Uma força-tarefa montada pela prefeitura de Feira de Santana está fiscalizando, em bairros e distritos, desde o fim de semana, o funcionamento indevido de estabelecimentos comerciais, bares, restaurantes e até mesmo atividades esportivas – tudo que possa provocar aglomerações e contribuir para a disseminação do coronavírus no município.

A medida, adotada pelo prefeito Colbert Martins Filho, conta com a participação de vários órgãos governamentais, municipais e estaduais, principalmente a Guarda Municipal e a Polícia Militar, parceiras fundamentais neste trabalho. Mais de 70 estabelecimentos, maioria bares e restaurantes (só podem atender por meio de delivery), foram fechados pela força-tarefa, até  a tarde desta segunda-feira, 25, por desrespeitarem os protocolos de proteção sanitárias estabelecidos no Decreto Municipal  11.571, de 18 de maio de 2020. Outros 7, interditados, pois simplesmente não tem autorização para funcionar nesse período de restrições.  Três aparelhos de som automotivo, cinco equipamentos portáteis de uso comercial e um  residencial foram apreendidos pela operação Feira quer Silêncio, da SEMMAM, que integra a força-tarefa desde a noite de domingo.

A operação executada pela Prefeitura de Feira de Santana conta com a participação das secretarias de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico; Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos; Saúde; Meio Ambiente; Transportes e Trânsito; Serviços Públicos e Administração, além do Procon, Procuradoria Geral e Superintendência de Trânsito. Todos contando com o imprescindível suporte da Polícia Militar, através de vários de seus aparatos.

Comentários