8 de dezembro de 2019 às 21:02
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Oposição em Lauro de Freitas se une e apoia Mirela


Publicado em: 05/08/2019 18:06
Por: Tasso Franco | Foto: Divulgação


O ano da sucessão nos municípios nem chegou ainda, mas, em Lauro de Freitas, governado pela petista Moema Gramacho já ferve nos bastidores diante da possibilidade real de uma aliança das oposições em torno do nome da deputada Mirela Macedo, do PSD de Otto Alencar, também provável candidato a governador, em 2022. Há, ainda, a possiblidade da candidatura de Mauro Cardim, PP, atual secretário do Planejamento da Prefeitura e que reza pela carta de Leão e não de Moema.
Esta semana, segundo o Burburinho NewS, um aceno da vereadora de Lauro de Freitas, Mirian Martinez (PSD), que recentemente deixou de compor o grupo de vereadores da gestão da prefeita Moema Gramacho (PT), tem gerado o maior furdunço nos bastidores da política municipal. A vereadora publicou em suas redes sociais na última quarta-feira (31) algumas fotos onde aparece ao lado da sua líder e correlegionária, a deputada Mirela Macedo (PSD), com dois oposicionistas que figuram entre os principais candidatos ao pleito em 2020, Mateus Reis (PPS) e Teobaldo Costa (Sem Partido).
Os registros foram feitos durante a festa dos 57 anos de Emancipação Política de Lauro de Freitas pelas ruas do Centro da cidade. Nas redes sociais, algumas pessoas observaram atentamente e comentaram o registro publicado.
De acordo com o Burburinho, a eleição em Lauro de Freitas no ano que vem (2020) vai pegar fogo!!! Vejo indício da oposição completamente fortalecida, unida e aguerrida. Como não gosto de subestimar ninguém, é bom ter cautela, mesmo porque as melhores ferramentas para uma possível vitória, quem está dando de mão beijada é a própria adversária e a sua gestão, publicou Duzinho Nery em sua página.
Segundo fontes próximas aos três, a ideia é unir forças da oposição no pleito do ano que vem. A atual prefeita, Moema Gramacho (PT), deve tentar a reeleição.
                                                                             *****
Com dois vereadores o Partido Cidadania (ex-PPS) terá que fazer muito mais do que mudar de nome, caso pretenda passar a participar ativamente da política em Lauro de Freitas.
Atualmente sem comissão provisória, devido a não renovação após o vencimento do prazo, a legenda também está devendo prestações de contas ao TRE. A falta de direcionamento partidário deu espaço para que cada vereador decidisse os rumos dos mandatos que ocupam.
O vereador Tito Coelho (Cidadania) apoia o poder executivo, chefiado pela Prefeita Moema Gramacho (PT), já o vereador Coca Branco faz oposição. Por sua vez, o ex-vereador Mateus Reis, que disputou a prefeitura em 2016, tendo ainda concorrido a uma vaga para deputado estadual em 2018 e possivelmente dispute novamente a prefeitura em 2020, também está filiado ao Cidadania.
Na última sexta-feira (2) uma fotografia circulou pelas redes sociais registrando uma visita do vereador Coca Branco ao prefeito de Salvador ACM Neto (DEM). Na foto, a ausência de Mateus Reis confirma o afastamento que ele tomou dos demais nomes do Cidadania ao optar caminhar com Teobaldo Costa (sem partido) que, durante as comemorações da emancipação da cidade, declarou ser possível caminhar com Mirela Macêdo (PSD) buscando conquistar a prefeitura de Lauro de Freitas nas próximas eleições.
Moema faz até uma boa gestão, mas, é ruim de marketing e não divulga suas realizações como deveria. E, quem gasta pouco na comunicação costuma se ferrar.

Comentários