20 de setembro de 2020 às 06:43
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Ministro do STF suspende nomeação de Ramagem para a polícia federal


Publicado em: 29/04/2020 11:23
Por: Redação Bahia Municípios com Agências Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado


A nomeação do novo diretor-geral da corporação pelo presidente Jair Bolsonaro virou alvo de uma série de ações na Justiça e de resistência no Congresso, após a saída de Sergio Moro do governo sob a alegação de interferência política na Polícia Federal.

Moraes atendeu a um pedido do PDT. “Defiro a medida liminar para suspender a eficácia do decreto [de nomeação] no que se refere à nomeação e posse de Alexandre Ramagem Rodrigues para o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal”, diz a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal.

O ministro também destaca que Bolsonaro, segundo Moro, queria “ter uma pessoa do contato pessoal dele” no comando da PF para que pudesse “ligar, colher informações, colher relatórios de inteligência”.

“Diante de todo o exposto, nos termos do artigo 7º, inciso III da Lei 12.016/2016, DEFIRO A MEDIDA LIMINAR para suspender a eficácia do Decreto de 27/4/2020 (DOU de 28/4/2020, Seção 2, p. 1) no que se refere à nomeação e posse de Alexandre Ramagem Rodrigues para o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal”, diz trecho do despacho.

 

Comentários