30 de setembro de 2020 às 20:09
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

LUDMILLA DEFENDE NEYMAR APÓS RACISMO


Publicado em: 14/09/2020 22:55
Por: Redação Bahia Municípios com Agências Foto: Instagram


Ludmilla usou seu perfil no Twitter na madrugada desta segunda-feira (14) para defender Neymar. O jogador do Paris Saint-Germain (PSG) acusou o adversário Álvaro González, do Olympique de Marselha, de chamá-lo de macaco durante partida do último domingo (13). “Até quando? Racismo é crime! Fogo neles, Ney! Estamos juntos sempre”, escreveu a cantora.

Revoltada com o fato de o caso de racismo ter sido mais um no meio de tantos, ela ainda desabafou sobre a discriminação. “Para a branquitude não adianta se você é o melhor no que faz. Se é bem-sucedido. Ainda assim, eles olham primeiro para a sua cor. Também não importa se a gente tem a pele mais clara ou mais escura. Eles sempre sabem quem nós somos. E como nos ferir! Ontem comigo, hoje com Neymar”, completou.

Ludmilla –que ganhou na Justiça de Val Marchiori, após ser vítima de injúria racial– aproveitou o tema para falar das pessoas que não têm visibilidade para denunciar os casos: “Fora todas as pessoas que sofrem isso na pele todos os dias, mas não têm visibilidade. Pessoas que morrem diariamente por causa do racismo. E eles vivem a vida de boa enquanto a gente sofre. Até quando? Racismo é crime!”.

A confusão começou durante o primeiro tempo do jogo. Em um lance com González, o argentino Di María teria cuspido no adversário. Neste momento, câmeras da transmissão flagraram Di María e Neymar reclamando com o árbitro e com González: “Racismo, não”.

 

Comentários