25 de agosto de 2019 às 23:51
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Fim do Club Med causará prejuízo de R$ 2 milhões à ilha


Publicado em: 02/08/2019 11:52
Por: Ag. de Notícias | Foto: Divulgação


O fechamento do Club Med Itaparica, um dos principais resorts de luxo da Bahia, localizado no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, causará uma perda de arrecadação de mais de R$ 2 milhões por ano à prefeitura local. O estabelecimento fechou as portas nesta quarta-feira (31). Além disso, há promessa de impacto em outros setores, como o de táxi, que apresentar queda de 40% no movimento.

A estimativa é do próprio prefeito do município, Marcus Vinícius Marques Gil (MDB), segundo o qual o valor é a soma total da arrecadação de Imposto Sobre Serviços (ISS), Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) e taxas de limpeza e de turismo do local. Os R$ 2 milhões, ainda de acordo com o prefeito, corresponde a 3% da arrecadação total anual. No entanto, a perda pode ser ainda mais significativa, já que o fechamento do resort impactará outros setores, como de restaurantes, bares e serviços de transporte, o que trará ainda mais prejuízo ao turismo local.

Nos serviços de táxi, por exemplo, são previstas queda de até 40% no movimento de transporte de passageiros, sobretudo durante os fins de semana, conforme estimativas da Cooperativa dos Taxistas Autonomia de Itaparica e Vera Cruz (Coopivec). O Club Med Itaparica tinha cerca de 300 funcionários e funcionava há mais de 40 anos. Em nota, o resort informou que o fechamento se deu em razão de uma “estratégia mundial de focar em resorts que evoluem para um posicionamento premium”.

Segundo fontes ligadas ao setor hoteleiro da Bahia, por trás do fechamento do equipamento está uma estratégia de expansão na Ásia, por influência da chinesa Fosun Internacional Ltd, uma das principais acionárias do grupo francês Club Méditerranée SA.

Comentários