1 de outubro de 2020 às 19:10
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Ferramenta Fique no Lar já cadastrou serviço de delivery em 32 municípios baianos


Publicado em: 24/04/2020 15:15
Por: Ascom/SDE | Foto: Divulgação


A ideia do Governo do Estado é estimular negócios das micro e pequenas empresas.

A plataforma digital Fique no Lar, lançada há 10 dias na Bahia para apoiar micro e pequenas empresas, já cadastrou 327 estabelecimentos, em 32 municípios baianos. A ideia da ferramenta, desenvolvida por pesquisadores do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e disponibilizada para o Estado, graças a uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), é estimular o serviço de delivery e manter a população em casa. O setor de alimentação é campeão em cadastros.

“O Fórum Regional Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte continua atento a este segmento e pensando em ações para alavancar o setor. Estamos fazendo um trabalho agora por território de identidade, para que os empreendedores dessas regiões se cadastrem. E pedimos que os consumidores que podem ficar em casa, façam a experiência e utilizem a ferramenta como fonte de pesquisa. Fique no lar”, pede o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Fórum.

Frederico Teixeira, proprietário da Oxe é de Minas, que fica dentro do Mercado do Rio Vermelho, conta que a empresa precisou se reinventar muito rápido e passar a trabalhar com delivery. “Fiquei sabendo do aplicativo Fique no Lar, criado para fazer uma conexão mais rápida entre clientes e pequenos empreendedores. Já fiz meu cadastro e acredito que vai facilitar muito o acesso dos consumidores aos pequenos, peço que olhem ferramenta, ela é fantástica”, afirma.

A Mariquita Lavanderia está trabalhando a todo vapor para que seus clientes fiquem em casa. “A lavanderia vai até você oferecer nossos. Tudo isso podendo contar com a iniciativa do Fique no Lar, que está dando todo apoio ao pequeno empreendedor”, diz a empreendedora Ester Cunha.

Salvador lidera na ferramenta com 167 cadastros, seguido de Feira de Santana com 30, Itabuna (13), Ilhéus (11), Vitória da Conquista, Lauro de Freitas e Jequié (10), Barreiras (9), Juazeiro e Luís Eduardo Magalhães (8), Porto Seguro e Teixeira de Freitas (7), Mata de São João (6), Guanambi e Serra do Ramalho (5). Os demais 21 estabelecimentos estão cadastrados em outros 21 municípios.

Os empreendedores que adotaram o serviço de delivery durante a pandemia e não constam na lista, podem entrar no aplicativo e fazer o cadastro, que solicita informações que facilitam a busca do usuário por categoria.

ACESSE: http://www.fiquenolar.ifce.edu.br/#/

 

 

Comentários