21 de novembro de 2019 às 22:56
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Evo Morales renuncia a presidência da Bolívia e busca asilo na Argentina


Publicado em: 10/11/2019 18:30
Por: UOL, em São Paulo | Foto: Divulgação


O jornal argentino Clarín, um dos principais de seu país, afirmou hoje que o presidente Evo Morales abandonou a Bolívia e viajou para a Argentina no avião presidencial em meio a uma profunda crise política no país. Fontes diplomáticas e da OEA (Organização dos Estados Americanos) confirmaram ao veículo argentino que o chefe de estado deixou a Bolívia. Integrantes da OEA também disseram ao jornal que Morales, depois de deixar a capital boliviana La Paz, desembarcou em Cochabamba, região que o viu nascer, para se encontrar com líderes cocaleiros.

Evo Morales renunciou à presidência da Bolívia em meio a uma profunda crise política no país. Ele deixou a capital La Paz e desembarcou em Cochabamba, sua região, para se encontrar com líderes cocaleiros. Ele se disse vítima de um golpe “cívico-político-policial” e afirmou que renunciou para tentar pacificar o país. O comandante-chefe das Forças Armadas da Bolívia, o general Williams Kaliman, havia pedido hoje a Morales que renunciasse.

Comandante militar e líder opositor pediram renúncia do presidente

O comandante-chefe das Forças Armadas da Bolívia, o general Williams Kaliman, pediu hoje a Morales que renunciasse, em meio a protestos por sua questionada reeleição na votação de 20 de outubro, nas quais a OEA (Organização de Estados Americanos) viu irregularidades.

Comentários