2 de julho de 2020 às 15:22
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Eures reclama que ajuda do Governo Federal ainda não chegou a municípios baianos


Publicado em: 03/06/2020 20:37
Por: Redação Bahia Municípios com Agências Foto: Divulgação


O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, afirmou nesta quarta-feira (3) que o socorro emergencial da União aos municípios, não chegou às prefeituras baianas. O gestor fez um panorama do combate ao coronavírus nos municípios baianos e expôs a situação de crise financeira acarretada pela pandemia. Ribeiro que é prefeito de Bom Jesus da Lapa e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), destacou também o protagonismo dos prefeitos na contenção da COVID-19, além de relatar a grande preocupação de como será o pleito eleitoral deste ano.

No último dia 27 de maio, o presidente Jair Bolsonaro sanciou o auxílio emergencial de R$23 bilhões para os municípios brasileiros. Mas com os trâmites burocráticos, o recurso ainda não está liberado para as prefeituras, explicou o presidente da UPB. “Os recursos ainda não chegaram aos cofres dos municípios, os municípios ainda não receberam nada. Serão quatro parcelas, que não serão apenas para combate ao coronavírus, uma parte do recurso é para pagar folha de pagamento, luz, água, porque se não para tudo. Essas parcelas representam apenas 30% da perda que os municípios tiveram”, afirmou Ribeiro.

Segundo o gestor, “os municípios têm sofrido com a queda de ICMS, nossa principal fonte de receita. O ICMS praticamente desapareceu, porque os serviços é que gera mais o ICMS e, com o comércio fechado, consequentemente houve uma queda considerável. Então é muito preocupante e difícil ser prefeito nesse período”.

Eures Ribeiro afirmou ainda a dificuldade de combater a pandemia do coronavírus em um ano eleitoral. “Nós prefeitos estamos tendo que enfrentar a crise do coronavírus e ainda enfrentar os adversários eleitorais que a todo tempo fazem campanha em cima da crise do coronavírus. Se você faz é criticado, se você não faz também é. Se você fecha o comércio você é ruim, se abre o comércio é ruim também. Então é uma loucura, é como se tivesse que trocar o pneu do carro com o carro em movimento. É algo muito difícil ser prefeito nessa época”.

O presidente da UPB também fez questão de elogiar e agradecer pela parceria do governador Rui Costa com os municípios. “O governador nos chamou para uma parceira. Rui tem cumprido com suas promessas. A promessa era que o governo ia cuidar da média e alta complexidade. Ele disse que iria garantir, e está garantindo mesmo. Tive um caso grave e em menos de 24h eu consegui UTI. Estou encantando com a atuação. O governo da Bahia tem cumprido com os municípios e com o povo baiano do interior”.

Eures Ribeiro afirmou ainda que a UPB vem atuado em várias frentes na defesa dos municípios e citou diversas reuniões online. “Ontem mesmo tivemos uma reunião com a bancada da Bahia no Congresso Nacional, na verdade apareceram apenas quatro deputados. Nós queríamos discutir com os deputados sobre como vai ficar as eleições deste ano. Nos preocupa muito como será, como vamos fazer eleição com uma pandemia dessa. Acho difícil a realização das eleições municipais esse ano”, opinou o gestor.

Comentários