2 de dezembro de 2020 às 10:26
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Estado vai investir R$ 70 milhões em construção de hospital regional no interior


Publicado em: 18/11/2020 17:42
Por: Redação Bahia Municípios com Agências Foto: Divulgação


Moradores da região da Bacia do Rio Corrente serão beneficiados com a presença de duas unidades de saúde importantes para o atendimento da população regional. O Governo do Estado está destinando mais de R$ 70 milhões para a construção da Policlínica e do Hospital Regional em Santa Maria da Vitória.

A empresa responsável pela construção do Hospital Regional já concluiu a etapa de topografia e sondagem do solo e tem trabalhado na construção do muro no local, bem como na demolição do antigo prédio do Hospital José Borba, cujo terreno também está sendo utilizado nessa construção.

O Hospital Regional está recebendo um investimento R$ 49 milhões e está sendo construído numa área de 47 mil metros quadrados, cedida pelo Derba, e contará com 110 leitos, sendo 10 de UTI infantil e outros 10 de UTI para adultos.

Além do Hospital Regional, a construção da Policlínica também está em andamento. O processo de licitação dessa unidade de saúde já foi concluído e receberá um investimento de R$ 27 milhões.
A Policlínica oferecerá atendimento em diversas especialidades médicas, além da realização de exames de ressonância magnética, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ecocardiografia, endoscopia, colonoscopia, entre outros exames.

As construções dessas unidades de saúde devem beneficiar uma população de mais de 400 mil pessoas, atendendo a demanda dos moradores dos municípios pertencentes ao Território da Bacia do Rio Corrente (Brejolândia, Canápolis, Cocos, Coribe, Correntina, Jaborandi, Santana, São Felix do Coribe, Santa Maria da Vitória, Serra Dourada e Tabocas do Brejo Velho), o que representa um avanço no atendimento da saúde na região.

Essas obras fazem parte de uma iniciativa do Governo do Estado para investir na saúde em esfera regional, melhorando o atendimento e a qualidade da saúde da população da Região da Bacia do Rio Corrente e descentralizando o atendimento e a realização de exames na Região Oeste, que hoje estão concentrados na cidade de Barreiras.

Comentários