27 de fevereiro de 2020 às 18:19
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Empresas contratam temporários para verão e carnaval


Publicado em: 22/01/2020 11:22
Por: Yuri Abreu Tribuna da Bahia, Salvador | Foto: Divulgação


Com a cidade de Salvador repleta de turistas para curtir o verão e também de olho no carnaval que começa daqui a menos de um mês, no dia 20 de fevereiro, surge à possibilidade das contratações temporárias para suprir a demanda crescente do período. Assim, o que pode ser algo momentâneo, pode acabar se tornando definitivo, a depender do empenho do trabalhador.

De acordo com Sílvio Pessoa, presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA), nessa época do ano, o número de contratações aumenta em 10% nos bares e restaurantes da capital e 20% nos hotéis da chamada linha turística, entre a Barra e Itapuã. Segundo ele, mesmo com as contratações já tendo começado, ainda há tempo se reinserir no mercado de trabalho e aproveitar as oportunidades.

“Desde o dia 21 de dezembro que as contratações começaram. No segmento de bares e restaurantes, as principais contratações são para garçons, cozinheiros e auxiliar de cozinha. Já com relação aos hoteis, as aquisições são maiores para trabalhos como recepcionista, camareira, cozinheiros e garçons”, afirmou Pessoa, ressaltando a ocupação atual de 80% nos hoteis da cidade, número que deve aumentar para entre 90% e 95% no período da folia do momo.

Ainda conforme o dirigente, para algumas das oportunidades, experiência é um fator importante e um diferencial na hora de conseguir a tão sonhada vaga. Mas, há opções para quem está em busca da primeira oportunidade como, por exemplo, auxiliar de cozinha. “A pessoa tem duas opções: ou militar nos locais onde deseja trabalhar ou passar e-mails para as empresas”, contou Sílvio Pessoa.

CARNAVAL

Outro segmento que costuma realizar contratações temporárias neste período é a que lida com a distribuição de abadás para camarotes e blocos que estão nos circuitos do carnaval de Salvador. Só na Central do Carnaval, uma das maiores do ramo, devem ser realizadas mais de 300 contratações temporárias na área de atendimento ao público, considerando vendas e entrega dos materiais.

De acordo com Joaquim Nery, diretor da Central do Carnaval, alguns dos fundamentos que precisam ser preenchidos para concorrer a uma das vagas disponíveis são pessoas jovens e que estão em busca da primeira experiência profissional. Os candidatos que forem até local vão preencher uma ficha e aguardar uma convocação para uma entrevista. “Temos um departamento de recursos humanos voltado apenas para o preenchimento dessas vagas”, disse ele.

Comentários