12 de agosto de 2020 às 11:39
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Dois de Julho terá programação diferente por conta da pandemia


Publicado em: 01/07/2020 20:52
Por: Tribuna da Bahia,  Foto: Divulgaçao/Prefeitura de Salvador


A partir das 8h, haverá hasteamento das bandeiras nacional, do estado e da capital baiana, seguido pela deposição de flores aos Heróis da Independência no monumento do General Labatut.

O Dia da Independência do Brasil na Bahia, nesta quinta-feira, Dois de Julho, terá atos comemorativos simbólicos no Largo da Lapinha, com as devidas restrições – para garantir o isolamento social, o acesso será liberado apenas às autoridades civis e militares, além da imprensa identificada. A partir das 8h, haverá hasteamento das bandeiras nacional, do estado e da capital baiana, seguido pela deposição de flores aos Heróis da Independência no monumento do General Labatut.

A solenidade contará com as presenças do prefeito ACM Neto e do governador Rui Costa, dos presidentes da Assembleia Legislativa da Bahia, da Câmara de Vereadores e do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), Nelson Leal, Geraldo Júnior e Eduardo Morais de Castro, respectivamente, entre outras autoridades e imprensa.

Agenda virtual

Diante da impossibilidade da realização dos festejos e desfiles que marcam o Dois de Julho, por conta da pandemia da Covid-19, a Prefeitura promoverá uma agenda virtual para celebrar a data magna do estado.

A partir das 8h desta quinta-feira (2), o canal do Youtube da fundação transmitirá a estreia do documentário “Dois de Julho – Um Sonho de Liberdade”, com direção de Yuri Rosat. O curta-metragem retrata a importância da Independência da Bahia na construção da identidade cultural do povo baiano. Ao lançar um olhar sobre as expressões populares que tomam as ruas todos os anos, o documentário mostra como a história se manifesta através do protagonismo do povo e do seu desejo por liberdade.

Às 18h, será exibido o 29º Encontro de Filarmônicas, conduzido pelo maestro Fred Dantas, com apresentações musicais gravadas e entrevistas ao vivo. Dentre os grupos participantes estão: Escola de Música 25 de dezembro, a Erato Nazarena (filarmônica mais antiga da Bahia), Lira 8 de Setembro, União Sanfelixta, União dos Ferroviários Bonfinenses e Oficina de Frevos e Dobrados.

Na sexta (3), das 8h às 21h, ficará disponível para o público o filme “Dois de Julho: Guerra da Independência na Bahia”, de Renato Barbieri. O longa detalha os conflitos ocorridos na Bahia entre portugueses e brasileiros, apresentando um rico acervo de imagens históricas e atuais, além de entrevistas com historiadores baianos e cenas de celebração popular.

Comentários