7 de agosto de 2020 às 00:47
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Diversidade cultural de Matarandiba é tema de live nesta quarta-feira 


Publicado em: 28/07/2020 12:10
Por: Assessoria de Comunicação - SecultBA


Evento transmitido no YouTube abordará manifestações tradicionais e o Julho das Pretas 

O projeto Encontros com a Cultura Popular promove, na sua próxima edição, um bate-papo com o tema Diversidade Cultural de Matarandiba – Resgate das manifestações culturais. A pequena ilha que faz parte do município de Vera Cruz é o gancho para uma conversa que permeará a cultura popular, o Samba de Roda, o Julho das Pretas e o Mês de Nanã.

A transmissão acontece nesta quarta-feira (29)  às 19h, através do canal YouTube do Grupo de Pesquisa Griô https://bit.ly/2XKEZOM. A abertura do encontro será feita pelo diretor do Centro de Culturas Populares e Identitárias,  André Reis, e pelo professor da UFBA, Pedro Abib (Pedrão). Participa como convidada a coordenadora do Grupo Voa Voa  Maria de Matarandiba e Conselheira da Associação Sócio Cultural de Matarandiba (ASCOMAT),  Adenildes Leal,  e  as mediadoras Daniele Silva e  Andreia Vieira.

A realização é do Centro de Culturas Populares e Identitárias da Bahia (CCPI), da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), em parceria com o Grupo de Pesquisa Griô, da FACED/UFBA. O projeto Encontros com a Cultura Popular tem como objetivo  valorizar os saberes e tradições culturais do povo baiano.

Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) é responsável pela execução, proteção e promoção das políticas públicas de valorização e fortalecimento das manifestações populares e de identidade, orientadas de acordo com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura. Seu campo de atuação contempla a cultura do sertão, de matrizes africanas, ciganas e indígenas, LGBTQIA+, infância e idosos. Coordena a programação artística dos largos do Pelourinho e suas grandes festas populares.

Comentários