27 de outubro de 2020 às 17:03
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Vacinação contra Influenza e H1N1 para trabalhadores de limpeza urbana


Publicado em: 17/06/2020 18:30
Por: Redação Bahia Municípios com Informações do site Pernambués agora | Foto: Divulgação


Projeto de Lei do vereador Luiz Carlos Suíca (PT) garante programa de vacinação e imunização para trabalhadores de limpeza urbana para capital baiana.

A lei de nº 9.486/2019 já está em vigor e, segundo o vereador Suíca, é uma forma de reparar e de auxiliar os profissionais na manutenção da saúde. “Os trabalhadores de limpeza urbana promovem saúde diariamente para a população. Trabalhando nas ruas, estão mais vulneráveis a contaminações. Por isso, o projeto é de suma importância. Motorista, coletor, motociclista, varredor, fiscal, agente de limpeza e operador de roçadeira, estão todos inseridos na medida”, salienta Suíca, que é representante da categoria na Bahia.

 

Vale lembrar a campanha é contra Influenza e H1N1, não é vacinação contra Covid-19, porém facilita o diagnóstico.
O autor da Lei, Suíca, salienta que essa é uma vitória importante, mas que é preciso lutar mais, para que outras vacinas entrem nesse processo, para que os trabalhadores de limpeza participem de todas as campanhas, lançadas pela Prefeitura, como profissionais que vivem diariamente em zonas de riscos, sejam imunes.

Para a coordenadora-geral Ana Angélica Rabello, essa foi mais uma luta do Sindlimp – Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública do Estado da Bahia e do mandato do vereador Suíca. “Essa é mais uma luta nossa, do Sindlimp e do mandato da gente, para que eles tivessem essa valorização, nossa categoria precisa ter a mesma atenção que outras categorias, eles merecem ser respeitados. Serão em torno de 5 mil vacinas, ninguém vai ficar de fora”, garante Ana Angélica.


Ainda conforme a lei sancionada, o programa instituído poderá ocorrer durante todo o ano, facultada a sua realização prioritariamente no período de campanha de vacinação fixado pelo Poder Público. A prefeitura poderá regulamentar a lei para a sua fiel execução.

O edil petista ainda chama atenção sobre pessoas, que tentaram atrapalhar a liberação da vacina, para os trabalhadores de limpeza, de acordo com Suíca, ele não permitiu. “ Conseguimos incluir os trabalhadores de limpeza urbana, dentro do grupo de risco, porém uma figura tentou fazer uma intervenção, para que esses trabalhadores e trabalhadoras não fossem vacinados, mas conversamos com o secretário Caio, com o secretário Marcos, com o próprio prefeito e com Léo Prates, que autorizou a inclusão dos trabalhadores nesse processo e que começou o processo de cronograma para a vacinação”, disse.
Suíca ainda ressalta o trabalho realizado pelos trabalhadores na cidade, “ Esses trabalhadores e trabalhadoras tem feito um excelente trabalho pela cidade, não resolve o covid-19, mas ameniza em relação em outras doenças”, frisa o edil.
“Essa lei é mais uma medida para reparar um processo de falta de políticas públicas para esse grupo de trabalhadores e estamos buscando reforçar ela e não criar entraves. Os serviços precisam ser realizados”, completa.

Comentários