21 de janeiro de 2021 às 08:10
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Bahia ganha acervo digital do cineasta Glauber Rocha


Publicado em: 09/12/2020 6:44
Por: Redação Bahia Municípios com agências Foto: Lucas Rosario


O evento teve a presença da secretária estadual de Cultura, Arany Santana, de Paloma Rocha, filha do cineasta, da diretora da Funceb, Renata Dias, do diretor do Ipac, João Carlos Oliveira, e de várias autoridades ligadas ao segmento cultural no estado. “Hoje vivemos esse primeiro momento, aqui na Dimas, que marca a entrega de três objetos simbólicos: punhal, espada e a câmera usada nos primeiros filmes de Glauber Rocha. O segundo momento será a implantação de uma sala no MAM com equipamentos apropriados, que abrigará cartazes, exposições e instrumentos importantes e específicos para acesso do público. Tanto estudantes da rede pública e quanto pesquisadores, não somente daqui da Bahia, mas do Brasil e do mundo, poderão acessar esse que será o Tempo Glauber Digital”, destacou a secretária.

A ideia de trazer o acervo digital de Glauber Rocha partiu do governador Rui Costa, e foi anunciada no lançamento da exposição ‘Glauber em Movimento’, que marcou os 38 anos de falecimento do cineasta, em agosto de 2019, trazendo para a Bahia parte da vida e obra do cineasta conquistense Glauber Rocha.

Nascido em 1939, na antiga Rua da Várzea, em Vitória da Conquista, Glauber Pedro de Andrade Rocha se mudou para Salvador com a família em 1948. Fez teatro e poesia, além de participar de um programa de rádio sobre cinema. Estudou direito e jornalismo, casou-se quatro vezes. Ele é lembrado como um dos maiores cineastas brasileiros na história. Conquistou o mundo através de sua sensibilidade criativa. Revolucionário e vanguardista, Glauber fundou o Cinema Novo, movimento que imprimiu uma nova estética à produção cinematografia brasileira. Em sua obra, Glauber Rocha teve como sina poética retratar o seu povo.

 

 

 

Comentários