12 de dezembro de 2018 às 11:21
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Alunos da Casa Pia são ameaçados de envenenamento e professores protestam


Publicado em: 10/08/2018 10:59
Por: Metro1


Mesmo após o conselho decidir revogar todas as mudanças feitas pelo provedor, segundo pais de estudantes ouvidos pela Metrópole, a confusão está longe de terminar

O sossego de pais e alunos da Casa Pia e Colégio dos Órfãos de São Joaquim durou pouco. Após uma verdadeira queda de braço com o provedor da instituição, Otávio Tourinho Dantas – que decidiu por mudanças como o fim de aulas de equiterapia e trocas na estrutura física do local –, o espaço vive, mais uma vez, dias de instabilidade e medo.

Mesmo após o conselho decidir revogar todas as mudanças feitas pelo provedor, segundo pais de estudantes ouvidos pela Metrópole, a confusão está longe de terminar e, dessa vez, envolve ameaças a segurança dos alunos.

“Alguns funcionários compraram essa briga para o lado do provedor, outros para o lado do diretor. Destes que apoiam o provedor, parte são merendeiras e, na semana passada, um pai gravou um vídeo da merendeira ameaçando colocar veneno na comida [dos alunos]. Desde então, as aulas estão suspensas”, contou Alexandra Ferreira Costa, mãe de um aluno que cursa o 4º ano na Casa Pia.

MP apura denúncias e ouve pais de alunos
O Ministério Público da Bahia (MP-BA) instaurou uma investigação para apurar as supostas irregularidades na escola. De acordo com o MP, a promotora Maria Pilar Menezes está ouvindo pais de alunos e funcionários para apurar as reclamações que apontam cancelamento da matrícula de estudantes com deficiência, dentre outras denúncias.

“Ninguém tem segurança”
Em vídeo divulgado no Facebook do diretor da Casa Pia, José Carlos Travessa, os professores da instituição relatam o medo instaurado no local. “Ninguém tem segurança por conta de pessoas que estão ameaçando envenenar a comida. Pedimos ao MP e ao governador para intervir”, pede uma professora.

Comentários