24 de setembro de 2020 às 20:07
Escolha seu idioma:

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

7º Festival de Música de Trancoso acontece de 3 a 10 de março


Publicado em: 20/02/2018 16:50
Por: Da Redação


Um público de nove a dez 10 mil pessoas é esperado na sétima edição do Festival de Música em Trancoso, que será realizado de 3 a 10 de março. A novidade, este ano, é o espetáculo de breakdance “Red Bull Flying Bach”, com o grupo alemão Flying Steps. A proposta, segundo a diretora artística do evento, é diversificar ao máximo a programação com vários estilos musicais, como clássica, ópera, jazz, soul, rock e músicas da Broadway. Nomes como a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro, a jazzista americana Brenda Boykin, a roqueira marroquina Mennana Ennaoui e o trombonista sueco Nils Landgren estão entre as atrações.

O festival possui, também, um viés educativo e sociocultural ao promover o intercâmbio de artistas com a comunidade, incentivando os jovens à cultura musical. Alguns são encaminhados a instituições musicais do Brasil e da Europa por meio de bolsas. A diretora artística do evento explica, ainda, que haverá masterclasses com músicos e seis apresentações gratuitas em praças e praias. O ingresso para os espetáculos pagos custam R$ 200 a inteira e são vendidos por R$ 20 para moradores da comunidade.

O Festival de Música em Trancoso, realizado pelo Mozarteum Brasileiro, atrai turistas do Brasil e do mundo, movimentando a economia local, conforme Sabine Lovatelli. “Temos a expectativa de superlotar o teatro, como em todos os anos, porque assim que começamos a anunciar, o público passou a comprar ingressos”, destaca. Este ano, serão 250 músicos e cantores de várias nacionalidades e estilos apresentando-se no Teatro L’Occitane.

Estrangeiros

O comparecimento de estrangeiros corresponde a cerca de 15% do total do público, conforme a diretora artística do festival. “Cada ano aumenta um pouco esse público, porque Trancoso está mais conhecida. Recebemos muitos franceses, portugueses, ingleses e americanos. Além da música, este público é atraído pelas belezas naturais da região, com suas praias tranquilas”, ressalta.

Segundo o presidente da seção Extremo Sul da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Wilson Spagnol, a ocupação hoteleira em Trancoso e no entorno costuma variar entre 80% e 90% durante o festival. Na edição de 2017, de acordo com dados da organização, somente a equipe de produção e os músicos contribuíram para o fechamento de 1.424 diárias de hospedagem, em 16 diferentes pousadas da região, e o consumo de 3.121 refeições.

Comentários