10 de dezembro de 2018 às 11:13
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Zé Ronaldo se articula para crescer em Salvador


Publicado em: 17/05/2018 9:34
Por: TB/Henrique Brinco/Foto: Reginaldo Ipê


O pré-candidato ao governo da Bahia, José Ronaldo, quer utilizar a força dos vereadores de Salvador para se viabilizar como forte candidato na disputa direta com Rui Costa (PT) nas eleições de 2018. O ex-prefeito de Feira de Santana visitou a sede do jornal Tribuna, ontem, e revelou como andam as articulações na capital baiana para o próximo pleito. Na noite anterior, ele participou de um jantar com 22 vereadores da base do prefeito ACM Neto (DEM), em um jantar na casa do vereador e presidente da Câmara Municipal, Leo Prates (DEM).  “Eu já conhecia uma boa parte [dos vereadores], mas alguns eu não conhecia. Foi uma reunião para pedir apoio, mesmo. Eles conhecem muito bem a política de Salvador e eu fui pedir o apoio a eles no sentido de participar da política aqui na capital, contando com o apoio deles”, diz.

No encontro, os três vereadores do PSDB, Paulo Câmara, Tiago Correia e Cézar Leite, não compareceram.  “Os vereadores farão um planejamento para que a gente faça visitas nos bairros de Salvador, aonde eu possa levar a minha mensagem. Televisão só em agosto”, declarou Ronaldo. O democrata afirma vai usar essa tática para se tornar mais conhecido na capital baiana, já que ele conta com popularidade alta no interior da Bahia. “Nessa parte de pré-campanha vamos fazer esse trabalho com os vereadores e deputados que têm bases eleitorais de Salvador. A ideia é organizar encontros regionais”, revela. Durante a conversa, ele disse que existe um sentimento de “mudança” na população e que o fato de estar atrás nas pesquisas não significa que ele não possa ser eleito.

Sobre a possibilidade de o vice ser de um nome forte de Salvador, Ronaldo foi sucinto: “É um desejo”. Ele também disse que as conversas com o PSDB, cujo pré-candidato é João Gualberto, “evoluíram muito bem”. “Isso não é só uma questão da chapa para governador. É uma questão que também passa pelas chapas proporcionais e essas coisas todas que estão sendo discutidas. Sempre acreditei na união e trabalho incansavelmente por esse objetivo”. O pré-candidato do DEM também foi perguntado sobre a declaração dada por Gualberto à Tribuna de que não coligaria com o MDB. “O MDB lançou um candidato a governador, que é João Santana. Eu não posso ficar me envolvendo nessa questão do MDB. Se você me pergunta se gostaria de ter o apoio do MDB, digo que sim. Mas eu não posso ficar falando essas coisas com tanta frequência, porque eles têm um candidato. Estou aberto a dialogar com o partido, mas a decisão é deles”.

Pré-candidato critica saúde, segurança e turismo

Ainda na visita à Tribuna, José Ronaldo também revelou quais serão os pilares da campanha.  Entre outras coisas, ele teceu duras críticas à saúde na Bahia e disse que irá dar prioridade para a área. “O cidadão vai hoje numa unidade de saúde e o médico diz que ele precisa de um tratamento urgente. Ele fica nessas policlínicas esperando uma transferência e entram nessa coisa de Central de Regulação. Tem pessoas que ficam um dia, dois dias, uma semana, um mês… Elas morrem. Morrem esperando, fora do hospital. As pessoas têm revolta”, declarou.

Ele também falou que, para combater o tráfico de drogas, é preciso dar apoio para tratar os dependentes. O democrata ressaltou a importância de estimular a investigação dentro das polícias para agilizar na solução de crimes. E destacou que o problema da educação é uma questão que contribui para isso: “Nós últimos 12 anos, os governos não chegaram a construir nem 100 escolas na Bahia”.

Sobre a questão do turismo, ele afirma  o estado continua perdendo espaço na cena nacional: “Você não ouve falar mais que a Bahia é a grande atração do turismo. Tem perdido espaço para Fortaleza. Ontem eu estava lendo que as empresas de aviação tiraram viagens daqui. Depois que todos tinham saído, o governo do estado colocou as mesmas condições de Pernambuco e Ceará”.

Comentários