25 de setembro de 2018 às 22:01
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Volume de vendas diretas na Expofeira 2018 passa de R$ 5 milhões


Publicado em: 11/09/2018 8:24
Por: SECOM PMFS , FEIRA / Foto: SECOM


Prefeito Colbert Martins Filho que incrementar a tecnologia da Expofeira 2019.

A 43ª edição da Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira) superou a expectativa da organização em relação ao volume de negócios. De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Joedilson Freitas foram mais de R$ 5 milhões em vendas diretas no Parque.

E esse número deverá aumentar. “Ainda temos alguns leilões a computar, além das vendas concretizados após o evento, mas que as negociações começaram na Expofeira, o que chamamos de venda futura”, explica o secretário.

Joedilson destaca alguns aspectos positivos durante a 43ª edição. “Algumas raças, como a mangalarga marchador, alcançaram excelente resultado. Os pôneis, por exemplo, registraram cerca de R$ 300 mil em volume de negócios, o que é ótimo”, destaca.

Reserva para a Expofeira 2019

Outro ponto destacado por Joedilson como positivo foi a volta dos leilões do gado nelore. Expositores também ficaram satisfeitos, segundo Joedilson. “Tem expositores que registraram volume de negócios tão bom, que já solicitaram reserva de espaço para a Expofeira do ano que vem”, revela.

Sobre a próxima edição, em 2019, Joedilson pretende promover algumas melhorias. “Uma delas é montar uma estrutura exclusiva para os tratadores dos animais aqui no Parque”, salienta o secretário municipal de Agricultura.

Expofeira não registrou nenhuma ocorrência policial

Além de ultrapassar R$ 5 milhões em volume de negócios, a 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana foi tranquila em relação a ocorrências policiais. Segundo o comando da Polícia Militar, nenhum assalto ou agressão foi registrado nesta edição da mostra.

Sem shows e com o policiamento reforçado no feriado e nos fins de semana, o índice de furtos, detenções e confusões dentro do circuito da Expofeira foi reduzido, de forma impressionante, em 100%.

Para o capitão Márvio Costa, sub-comandante da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar, a tranquilidade da festa é atribuída à ausência de shows musicais de grande porte. “A ocorrência de brigas e de furto estava relacionada àquele período da noite onde ocorriam os shows”, explica Márvio.

Ambiente mais familiar

Sem os shows, o ambiente se tornou mais familiar e voltado exclusivamente para os negócios e lazer de famílias. “A gente percebeu que é um público que tem apenas a intenção de prestigiar o evento”, observa o capitão.

Este ano, a segurança do Parque contou com a presença de 70 policias militares, durante os dias da semana, e 100 PMs nos fins de semana e no feriado do 7 de Setembro, incluindo aí cavalaria, RONDESP e pelotão de motocicletas Asa Branca.

Prefeito vai criar comissão para antecipar organização da próxima Expofeira

A 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana terminou nesse domingo, 9, com avaliação positiva do governo municipal, organizador do evento. De acordo com o prefeito Colbert Martins Filho, será criada uma comissão para iniciar, imediatamente, a organização da próxima edição da mostra, em 2019.

Colbert ficou satisfeito com a Expofeira 2018, sua primeira como prefeito de Feira de Santana. “Muita gente no Parque. Tivemos quantidade e qualidade dos animais expostos. O volume de negócios, já soubemos, foi amplamente satisfatório, com bons leilões, apesar de o país ainda estar sofrendo os efeitos da crise econômica”, destaca o prefeito.

Outro fator destacado pelo prefeito, que estave visitando o Parque no final da manhã desse domingo, foi que a Expofeira saiu dos muros do Parque de Exposição. “Técnicos e profissionais que estavam na Expofeira foram até a Faculdade Anisio teixeira (FAT), palestrar e levar conhecimento. Isso qualifica ainda mais nosso evento”, avalia.

Ampliar oferta de tecnologia na Expofeira

O prefeito adianta que em relação à edição de 2019, uma das metas é trazer ainda mais tecnologia para a Expofeira. “Teconologia é a porta de entrada para o desenvolvimento. Então, pretendemos ampliar a oferta de tecnologia, seja na saúde dos animais, no manejo, e nas outras atividades”, explica, acrescentando que também serão discutidas melhorias para o acesso ao Parque e ao estacionamento.

Colbert Martins Filho também comentou sobre a decisão de não programar grandes shows musicais nesta edição da mostra. “A Expofeira teve seu objetivo alcançado, que é proporcionar negócios, mas sem deixar de ser uma boa opção de lazer. Acredito que mais famílias vieram este ano. O Caminho da Roça, com sua programação, proporcionou que nossa cultura fosse mostrada. Não foi um espaço para shows. Foi um espaço para valorizar a cultura”, acentua o chefe do Executivo municipal.

Comentários