13 de dezembro de 2018 às 04:25
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

SEC pode desativar colégio de 112 anos no município de Wagner


Publicado em: 13/11/2018 20:27
Por: Dilton Santiago / Fotos: Divulgação


O deputado federal João Carlos Bacelar (Podemos) comemorou a decisão da Secretaria Estadual da Educação de manter as atividades do Colégio Estadual Luiz Viana Filho, em Nazaré, cidade do Recôncavo Baiano. A Secretaria de Educação do Estado, comunicou a decisão na tarde desta terça-feira (13).
O colégio completou recentemente 50 anos de funcionamento.

Enquanto isso no município de Wagner, localizado a cerca de 400 Km de salvador, a expectativa dos moradores é que a Secretaria de Educação do Estado da Bahia, volte atrás no plano de  desativação do tradicional Instituto Ponte Nova(IPN), Colégio com 112 anos de fundado e que atende a mais de 600 alunos da região.

Na segunda feira (5), a diretora do colégio, Ana Célia Santana Bispo, recebeu um ofício com parecer da Secretaria Estadual de Educação tratando da desativação desta unidade de ensino.
Após a diretora Ana Célia Santana Bispo procurar a câmara de vereadores de Wagner e expor a possível intenção da SEC de encerrar as atividades da instituição de ensino, vários segmentos da cidade se uniram e criaram uma corrente nas redes sociais, coletando até o momento, mais de duas mil assinaturas em um abaixo assinado pedindo a reversão da decisão da secretaria.

No dia 01 de dezembro de 2017, o secretário de Educação do estado da Bahia esteve no município visitando as dependências do IPN prometendo uma reforma na instituição.

Grande parte da imprensa baiana vem questionando os cortes nos investimentos da educação e a regressão dos números do IDEB em toda Bahia, enquanto o órgão se defende, justificando que se trata de uma restruturação da rede estadual de educação para o ano de 2019, onde vários colégios estaduais serão desativados.
O colégio Instituto Ponte Nova (IPN) é uma instituição com 112 anos de fundada, além de atender a mais de 600 alunos da cidade e zona rural, se constitui em um patrimônio histórico e cultural da Bahia, porém no último ano não alcançou a meta projetada para o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) no ano de 2017.
As críticas disparadas pela opinião pública se baseiam no sentido em que ao invés de encerramento das unidades de ensino, devia haver mais investimentos.
Vereador Thiago Ladeia (DEM)

Em entrevista ao Bahia Municípios, o vereador Thiago Ladeia (DEM), declarou que a decisão da Secretaria de Educação do Estado, tomou toda a região de surpresa e que os edis do município acredita na sensibilidade do governador Rui Costa de não apagar os 112 anos de história do Instituto Ponte Nova, disse também que, toda a comunidade está unida em prol dessa causa tão importante para o desenvolvimento dos seus jovens estudantes e espera que o diálogo e o bom senso prevaleçam.

Você pode acessar a Petição Virtual clicando no link: https://www.change.org/p/n%C3%B3s-somos-contra-a-desativa%C3%A7%C3%A3o-do-ipn

 

Comentários