17 de novembro de 2018 às 00:38
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Pinheiro apresenta projetos rede estadual no Virtual Educa Argentina


Publicado em: 13/09/2018 9:44
Por: Ascom


As políticas públicas prioritárias da Educação que estão sendo desenvolvidas na rede estadual de ensino da Bahia forma apresentadas, nesta segunda-feira (10), pelo secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, durante a XX edição do Encontro Internacional Virtual Educa, que está sendo realizado em Buenos Aires, na Argentina. A última edição do Virtual Educa foi promovida pelo Estado da Bahia, no mês de junho, em Salvador, e marcou a reinauguração do Centro Estadual de Educação Profissional, Formação e Eventos Isaías Alves (ICEIA), após ampla reforma.
O Virtual Educa é um espaço privilegiado para o debate de ações e experiências bem-sucedidas em Educação, envolvendo tecnologias e conteúdos digitais, diversidade, crescimento econômico e políticas públicas. Paralelamente, o evento envolve o Fórum Global de Educação e Inovação “Cooperação Sul-Sul”, voltado para representantes governamentais e de instituições internacionais.
Na Bahia, o Virtual Educa se consolidou como mais uma ação estratégica para fortalecer o eixo pedagógico na rede estadual.  Durante o evento, cerca de 29 mil visitantes, entre estudantes, professores, pesquisadores e escritores do Brasil, da América Latina e da África, participaram de fóruns, palestras e oficinas. Na Argentina, o secretário da Educação, Walter Pinheiro, agradeceu pela oportunidade de a Bahia sediar o evento e disse que o Encontro deixou legados para a Educação. “A Bahia pautou este desafio de fazer o Virtual Educa, pela primeira vez, numa escola, e alcançamos o nosso objetivo de contextualizar, cada vez mais a Educação no século XXI, onde nossos estudantes foram protagonistas, apresentando mais de 400 projetos de iniciação científica de alta qualidade”, destacou.
Entre as ações destacadas, Pinheiro falou do e-Nova Educação, desenvolvido em parceria com o Google, projeto que utiliza a tecnologia como ferramenta pedagógica por meio do uso de chromebooks conectados a Internet banda larga e que está sendo implantado em mais de 500 escolas da rede estadual. Ele também citou o programa Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (EMITEC), que garante que estudantes moradores de áreas remotas da Bahia façam e concluam o Ensino Médio estudando em localidades próximas aos locais onde moram. As aulas são transmitidas via satélite, em tempo real, diretamente dos estúdios instalados no Instituto Anísio Teixeira, em Salvador, chegando a 414 localidades.

Comentários