17 de dezembro de 2018 às 14:58
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Pesquisa mostra otimismo de hoteleiros baianos e perspectiva de novos investimentos


Publicado em: 28/11/2018 21:10
Por: Ascom / Setur Lenilde Pacheco Fotos:


Pesquisa realizada por técnicos do Ministério do Turismo, com apoio das secretarias estaduais de Turismo e entidades representativas do setor, aponta que os hoteleiros dos estados do Nordeste são os mais otimistas em relação ao desempenho de seus negócios no terceiro trimestre deste ano. Os dados mostram também que, na Bahia, 68% têm intenção de fazer aportes nos estabelecimentos até maio de 2019.

Ao analisar os dados do levantamento, o secretário estadual do Turismo, José Alves, disse que são vários os fatores que contribuem para o cenário positivo. “Intensificamos a promoção do destino nos mercados emissores. A Bahia está presente em 50 das mais importantes feiras nacionais e internacionais do setor. Realizamos com êxito as ações promocionais ‘Bahia Cenário de Novela’ e ‘Bahia Descobre a Bahia’. Ampliamos a oferta de voos e apostamos na diversificação de produtos turísticos”, afirmou o secretário.

 

 

 

 

 

 

 

A inauguração do Fasano, em Salvador; do hotel boutique Casa La Torre, em Trancoso, e o investimento de R$ 600 milhões, anunciado pelo Grupo Aviva, na Costa do Sauípe, são indicativos de que o setor está aquecido. “O empresário está seguro para investir. Isso é importante para a geração de empregos e fortalecimento da economia”, acrescentou José Alves.

De acordo com a Sondagem Empresarial realizada pelo MTur, nas seis variáveis pesquisadas – que incluem faturamento, número de empregados e gasto do turista no destino – os empresários nordestinos apresentaram os maiores percentuais de expectativas positivas na comparação com empreendedores do setor de acomodações das outras regiões brasileiras.

Cerca de 50% dos hoteleiros do Nordeste projetam aumento do faturamento nos próximos seis meses. Ao mesmo tempo, 66% planejam investir nos empreendimentos no mesmo período. Na Bahia, 68% disseram que pretendem fazer aportes nos estabelecimentos até maio de 2019. No Ceará, este percentual é de 60%. Esses índices correspondem à soma dos que deram certeza de fazer investimentos e os que disseram que provavelmente farão. Foram consultados 719 empreendimentos em todo o país.

Verão – O secretário José Alves observa que o constante crescimento das taxas de ocupação hoteleira demonstra que a Bahia terá excelente alta temporada. O Estado deve receber cerca de seis milhões de turistas durante o verão, com crescimento em torno de 7,5%. “A Setur atuou para o incremento do fluxo de visitantes nas 13 zonas turísticas. Uma das ênfases deste trabalho foi dada na capacitação de profissionais para bem receber o turista”.

Comentários