24 de junho de 2019 às 06:22
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Marcha dos Prefeitos debate a melhoria do ambiente de negócios


Publicado em: 11/04/2019 18:04
Por: Agências de Notícias Foto: Divulgação


A XXII Marcha dos Prefeitos deu continuidade à sua programação nesta quarta-feira (10) e recebeu, aproximadamente, 10 mil gestores municipais de todo o Brasil para debater iniciativas que melhoram o ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais. O evento conta com o apoio do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e tem como objetivo promover o diálogo em torno de um novo pacto federativo, que permita enfrentar com eficiência a necessidade da população brasileira por mais e melhores serviços públicos e garantir avanços no desenvolvimento social e econômico do país.

Eduardo Curado Matta, analista de políticas públicas do Sebrae, explanou sobre o papel dos agentes de desenvolvimento, que possuem como foco aproximar o poder público dos pequenos negócios, auxiliando o processo de implementação e continuidade dos programas e projetos previstos na Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. No entanto, sua influência positiva no município vai além das atividades relativas à Lei Geral, já que a atuação dos agentes é fundamental para articular as ações públicas para a promoção do desenvolvimento local. “É fundamental que o canal entre os agentes e o poder público, no caso os prefeitos, seja aberto e direto para que possam se apropriar da figura do agente”, ressaltou Matta.

Segundo dados do Sebrae, mais de 5.000 agentes foram capacitados pelo Sebrae, sendo 1.283 somente nos anos de 2017 e 2018. A Sala do Empreendedor foi um outro ponto de destaque. O projeto consiste em locais de atendimento nas prefeituras municipais que facilitam os processos de registro de empresas, regularização e baixa, bem como serviços exclusivos aos Microempreendedores Individuais (MEI). “Com os agentes de desenvolvimento, a Sala do Empreendedor se torna o grande QG do empreendedorismo local”, explicou Eduardo Matta. Atualmente, existem mais de 940 salas do empreendedor espalhadas pelo país.

Comentários