13 de dezembro de 2018 às 04:55
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Manifestantes exigem saída do presidente do Vitória


Publicado em: 24/11/2018 18:24
Por: A Tarde Larissa Borges* *Sob supervisão do editor Juracy dos Anjos Fotos: A Tarde


O Vitória já alcança 95% de risco de ser rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. A projeção foi feita por Tristão Garcia, no site Infobola. De acordo com ele, após a 36ª rodada, faltando mais duas partidas para o fim da competição, a série B é quase certeza para a equipe baiana.

Os manifestantes, convocados pela  torcida organizada Os Imbatíveis, colocaram faixas com dizeres “Fora Ricardo – amador e lero lero” e também entoaram cantigas, destacando a “vergonha” com relação ao time, que está quase rebaixado para a Série B do Brasileirão.

>> Conselheiros reclamam do posicionamento do presidente do conselho

Policiais militares acompanharam a ato, que terminou por volta das 11h. A assessoria de comunicação do rubro-negro informou que “os torcedores estão no direito deles”.

Insatisfação 

Wagner Lima, diretor administrativo da torcida Os Imbatíveis, afirmou que eles estão  “totalmente insatisfeitos com a diretoria do clube, principalmente com o presidente mentiroso e enganador Ricardo David. Ele não cumpriu com absolutamente nada que foi prometido em campanha”.

Ele ainda destacou que esta manifestação foi a quinta “contra essa gestão que armou um time horrível, que não tem a mínima condição de disputar um campeonato. Pedimos respeito com a história centenária do Esporte Clube vitória”.

Chance de cair

O Vitória entra em campo neste domingo, 25, a partir das 15h (horário da Bahia), contra o Grêmio, no Barradão. A partida servirá para o time lutar para contra a estatística.

Isso porque, segundo o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, o Leão tem 97% de chance de cair para a segunda divisão, uma vez que não depende só dele para continuar na elite do futebol.

 

Torcedores pedem a saída do presidente do clube
Torcedores pedem a saída do presidente do clube.

Comentários