16 de novembro de 2018 às 08:12
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Lauro de Freitas terá Unidade de Acolhimento infanto-juvenil e academia de saúde


Publicado em: 07/05/2018 12:23
Por:


Jovens de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, que possuem algum grau de dependência química terão mais uma oportunidade de se tratar. Será construída no município uma Unidade de Acolhimento Infanto-Juvenil. A ordem de serviço para autorização para o início das obras foi assinada pelo governador Rui Costa nesta segunda-feira (7), no bairro de Itinga, junto com a autorização para o início das obras de uma Academia de Saúde.

“A pior coisa é a diferença de oportunidades entre as pessoas. Os valores que sustentam nossa existência precisam ser cuidados. E um desses valores é a importância da família, é fundamental a gente cuidar dos nossos filhos e dos nossos netos. E estes equipamentos, esta casa de acolhimento, onde está sendo investido mais de R$ 1,5 milhão, e esta academia da saúde, são uma forma de a gente contribuir com políticas públicas para o cuidado com os nossos jovens”, afirmou.

A Unidade de Acolhimento Infanto-Juvenil é destinada a adolescentes e jovens de 12 até 18 anos completos, e oferece cuidados contínuos de saúde, com funcionamento de vinte e quatro horas, em ambiente residencial, para pessoas com necessidade decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, de ambos os sexos, que apresentem acentuada vulnerabilidade social e/ou familiar e demandem acompanhamento terapêutico.

O acolhimento nesta Unidade será definido exclusivamente pela equipe do Centro de Atenção Psicossocial de Referência, que será responsável pela elaboração do projeto terapêutico singular do usuário, considerando a hierarquização do cuidado, priorizando a atenção em serviços comunitários de saúde.

Rui também anunciou que em Lauro de Freitas serão construídos mais dois postos de Saúde, em local a ser definido pela Prefeitura. “Já estamos construindo aqui um grande hospital, as obras já estão adiantadas”.

Comentários