17 de julho de 2019 às 21:47
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Hotéis do Rio Vermelho ficam lotados com a Festa de Iemanjá


Publicado em: 31/01/2019 20:45
Por: Ascom / Setur Repórteres: Ana Paula Cabral e Lenilde Pacheco


Rainha das Águas e dos Mares, Iemanjá é a grande homenageada deste sábado (dia 02), em Salvador, com festa que se destaca entre as maiores do  País e uma das principais manifestações populares do verão baiano. No bairro boêmio do Rio Vermelho, onde está a Casa de Iemanjá, os preparativos estão sendo finalizados.

Amanhã – véspera da festa -, milhares de baianos e turistas antecipam a visita à Casa de Iemanjá, com objetivo de escapar da enorme fila que se forma no dia 2. No local, um grande balaio recebe as muitas oferendas – flores e adereços, entre outras – que compõem o presente oficial. Ele será levado ao mar, no sábado, por trabalhadores da Colônia de Pescadores do Rio Vermelho.

Nos últimos anos, os pescadores passaram a recomendar a entrega de presentes biodegradáveis, incorporando cuidados com a preservação das praias e do oceano, sem deixar de manter a tradição das homenagens à Rainha do Mar. Em vez colocar um frasco no balaio, perfumá-lo é uma das dicas. Assim como a entrega de presentes e adereços feitos com fibras naturais.

Os pescadores também costumam utilizar as suas embarcações para transportar turistas e baianos que fazem a entrega de presentes em alto mar. Devotos e simpatizantes das religiões de matriz africana vestem as cores azul e branca para saudar a vaidosa orixá em seus rituais de agradecimento e pedidos que emolduram a praia do Rio Vermelho.

Hotéis e pousadas daquela área ficam repletos, como é o caso do Hotel Catharina Paraguaçu, que tem 100% dos seus 29 apartamentos reservados desde o final do ano passado. “Para garantir um lugar aqui, durante a Festa de Iemanjá, é preciso fazer a reserva com cinco meses de antecedência”, informa o recepcionista Caio de Carvalho Oliveira, observando que a maior frequência no hotel é de turistas vindos de São Paulo e Rio Janeiro.

No Mar Hotel, situado na Praia da Paciência, a taxa de ocupação deve ficar em torno de 90%, de acordo com as reservas já confirmadas, informa o gerente Emerson Coelho.  “Teremos um bom movimento”, disse, aguardando para esta sexta-feira a chegada dos hóspedes que virão principalmente do Rio de Janeiro e Argentina para ocupar 66 dos 75 apartamentos.

“As festas populares são um produto ainda mais valorizado pela gastronomia, cultura e musicalidade, entre outros fatores que atraem turistas em diferentes épocas do ano, contribuindo para fortalecer a economia do Estado”, afirma o secretário estadual do Turismo, José Alves. “No caso da Festa de Iemanjá, ainda mais relevante por suas raízes no candomblé, na fé e confiança na ação protetora da Rainha do Mar”.

Religiosa e profana – Após a manifestação religiosa, são muitas as opções de diversão, incluindo shows em festas em bares e restaurantes e festas privadas, com música ao vivo. Homenagens à Rainha do Mar e protetora dos pescadores estão programadas em outras cidades, a exemplo de Porto Seguro, Belmonte, Valença, Lauro de Freitas e Ilhéus.

Comentários