23 de julho de 2019 às 12:44
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

UNEB: Rui diz que não fará esforço para aumentar salários de quem ganha R$20 mil


Publicado em: 10/04/2019 11:28
Por: Acom Gov Bahia Foto: Divulgação


O governador Rui Costa comentou nesta terça-feira (09/04) sobre a greve das universidades estaduais baianas. O gestor lembrou que o Estado está no limite da capacidade financeira para remuneração de pessoal e não pode desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Tem uma realidade no Brasil que grita aos quatro cantos. Temos sete estados em calamidade financeira, estados que arrecadam o dobro que a Bahia… As pessoas precisam se dar conta da realidade que estamos vivendo”, disse o governador, que acrescentou.

“Eu não vou praticar irresponsabilidade fiscal. Eu não vou entrar na lista dos devedores. A Bahia não entrará na lista daqueles que atrasam os salários e que não pagam os direitos trabalhistas”, declarou.

Rui afirmou ainda que “se algum esforço precisa tem ser feito pela administração é olhar quem ganha menos. Mas quem está ganhando R$20 mil, 18 mil, 15 mil de remuneração médio é desejo de cada um, mas a prioridade do Estado é manter suas contas em dias e continuar pagando aposentados e ativos”, finalizou.

Na última segunda (08), em reunião com os reitores, o governador determinou a liberação imediata de R$ 36 milhões para investimento nas quatro universidades estaduais baianas. Também foi apresentado um levantamento feito pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) que mostra um aumento de 19,35%, nos últimos quatro anos, na folha de pagamento dos servidores das instituições.

Os números apresentados na reunião revelam que a Bahia está na contramão do resto do país. O Estado não só garantiu promoções a professores universitários nos últimos anos como, pela primeira vez na história, está pagando bolsas de estudo para alunos carentes das universidades estaduais. Já foram investidos R$ 34 milhões por meio do programa Mais Futuro.

Comentários