14 de agosto de 2018 às 12:42
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Fafá de Belém volta à Bahia, onde estreou em 1975


Publicado em: 11/05/2018 10:11
Por:


Era 1975 quando a cantora Fafá, na época com 18 anos, recebeu o convite para atuar com Sérgio Ricardo em um show no Teatro Vila Velha, no Festival de Verão da Bahia. Chegando aqui, a cantora se deparou com faixas e cartazes que a apresentavam como Fafá ‘de Belém’. Na Bahia, a paraense Maria de Fátima Palha de Figueiredo, hoje com 61 anos, fez seu primeiro show como cantora profissional. Quase 44 anos depois, ela retorna à terra que a batizou para encerrar a turnê nacional do seu álbum Do Tamanho Certo para o Meu Sorriso. A apresentação será neste sábado (12), às 21h, no Teatro Castro Alves.

“É um espetáculo rico visualmente e cenograficamente, com projeção mapeada e troca de figurinos. A concepção geral e direção é Paulo Borges, do São Paulo Fashion Week. É como uma celebração e retrospectiva da minha carreira, que já tem mais de 43 anos! Gosto de ser uma cantora popular e preciso do público junto comigo. Amo o público daí”, declara Fafá.

No palco, a acompanham dois consagrados músicos paraenses: Manoel e Felipe Cordeiro (pai e filho) apresentando os ritmos mais genuínos do Pará. As canções do novo CD serão apresentadas junto com clássicos emblemáticos da carreira de Fafá. Bilhete e Abandonada, entre outras músicas dela, se juntam às inéditas que integram o repertório do novo disco: Volta (Jonny Hooker); Meu Coração é Brega (Veloso Dias); Ao Pôr do Sol (Firmo Cardoso e Dino Souza); Asfalto Amarelo (Manoel Cordeiro/ Felipe Cordeiro / Zeca Baleiro); O Gosto da Vida (Péricles Cavalcanti); Pedra Sem Valor (Dona Onete); Quem Não te Quer Sou eu (Firmo Cardoso / Nivaldo Fiúza), Usei Você (Silvio Cesar); Vem Que é Bom (Manoel Cordeiro / Ronery) e Os Passa Vida (Osmar Jr. / Rambolde Campos).

Fafá tinha 18 anos quando veio para a Bahia
(Foto: Arquivo Pessoal)

A Bahia lhe presenteou com grandes amigos, incluindo Vinicius de Moraes, Jorge Amado e Zélia Gattai. “Ia muito na casa de Vinicius, em Itapuã. Itapuã era um sonho pra todo mundo. Fui na inauguração da casa e foi a primeira vez que comi abará. Convivi muito com Jorge e Zélia. Conheci eles em Portugal, entre 77 ou 80, e ficamos cada vez mais próximos. Eles ficavam no mesmo hotel que eu. Fui conheci eles, Paloma e toda a família. A primeira pessoa que me apresentou Paris foi Zélia. Ela me levou naqueles tours pela cidade. E, como a gente fazia aniversário perto, era sempre muita comemoração. Fomos muitos próximos”, recorda.

Além das pessoas, Fafá também curtiu muito a cidade: “Andava muito nas ruas. Sai no bloco do Jacu. Era um caminhão e todo mundo pulando atrás; depois descíamos na Praça Castro Alves. Tenho essa lembrança do Carnaval de rua, sem abadá. Lembro que tomava muito sorvete na Ribeira, pegar escuna e ia na Ilha de Maré”.

Ainda aqui, gravou sua minha primeira faixa para uma novela: Filho da Bahia, composição de Walter Queiroz, para a primeira versão da novela Gabriela, com Sonia Braga no papel principal.

Serviço
O quê: Fafá de Belém no show “Do tamanho certo para o meu sorriso”
Quando: 12 de maio (sábado)
Hora: 21h
Onde: Teatro Castro Alves – Sala Principal
Valores: R$ 150 (inteira) e R$ 75 (meia) das filas A a P
R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia) das filas Q a Z6
R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia) das filas Z7 a Z11
Ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro, nos SAC dos Shoppings Barra e Bela Vista ou pelo site www.ingressorapido.com.br
Informações: 3535-0600

Comentários