23 de setembro de 2018 às 21:01
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Expofeira voltará à pujança pré seca em 2 anos, diz João Martins da Silva Júnior


Publicado em: 03/09/2018 19:04
Por: Redação | Foto: Reprodução Cau Preto


O presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), João Martins da Silva Júnior, projeta que dentro de dois anos a Exposição Agropecuária de Feira de Santana voltará a ter a mesma pujança pré grande seca, que durou cerca de cinco longos anos, e deixou um rastro de destruição grande.

Prefeito Colbert Martins, Joao Martins da Silva Junior e comitiva de criadores de gado

Ele visitou pavilhões onde bovinos estão expostos. Disse que o nível da Expofeira está muito bom e elogiou o número de bovinos, principalmente os da raça nelore – que ocupa dois destes espaços. A quantidade está muito maior do que a levada para a Exporural.

Mas, diz, a recomposição do setor depende da generosidade do clima. “Agora que os pecuaristas estão recompondo as suas propriedades porque os cinco anos de seca destruíram a pecuária, que agora está se recuperando”, diz o presidente da CNA.

Prefeito Colbert Martins, Joao Martins da Silva Junior e comitiva de criadores de gado.

O feirense tem uma relação afetiva com o Parque de Exposição João Martins da Silva. É filho do homenageado com o nome do equipamento. Foi o pai dele quem doou o terreno para a instalação do parque.

Numa visita na manhã deste domingo ao Parque de Exposição, foi acompanhado pelo prefeito Colbert Filho e dos amigos pecuaristas Benício Cavalcante e Wilson Pereira, entre muitos outros.

Joao Martins da Silva Junior

 

“Participei da primeira exposição e fui um dos organizadores”. E lá se vai quase meio século. Lembra que naquela época a raça nelore estava no apogeu e que o número destes animais era grande.

O presidente da CNA disse que os custos para levar um animal a exposição aumentaram muito nos últimos anos e a presença de compradores em potencial caiu – situação relacionada à seca.

Comentários