14 de agosto de 2018 às 12:42
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Executivos da Mitsubishi visitam instituições de ensino no Baixo Sul apoiadas pela empresa


Publicado em: 20/05/2018 10:03
Por: AG. BRASIL|Foto: Divulgação


Em terceira visita à região do Baixo Sul, executivos da Mitsubishi Corporation viram de perto o trabalho educacional realizado nas Casas Familiares Rurais, instituições escolares apoiadas pela empresa por meio de uma parceria firmada em 2009, junto à Fundação Odebrecht. O CEO regional para América Latina e presidente da Mitsubishi Corporation do Brasil, Aiichiro Matsunaga, afirmou que o encontro fortaleceu a união em prol de um modelo de educação e desenvolvimento sustentável. “Nos empenhamos em atividades de responsabilidade social, dando contribuições à sociedade e à educação das próximas gerações”, pontuou.

Representante da Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I), Carolaine dos Santos apresentou a estrutura da escola aos visitantes e falou sobre a importância do apoio. “A maior parte do nosso país é agrícola e é importante fortalecer a visão de liderança nas nossas comunidades. Instituições como essa deveriam existir por todo o mundo porque fazem a diferença. Para mim, é um orgulho vestir essa camisa”, disse.

Os executivos também visitaram a Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves e a Casa Familiar Agroflorestal, de Nilo Peçanha. Além do apoio da Mitsubishi Corporation – que, segundo informação oficial, apoia 65 projetos sociais ao redor do mundo com enfoque em responsabilidade social e baseados na contribuição para a educação das novas gerações e diminuição das desigualdades sociais – e da Fundação Odebrecht, a partir do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), as Casas Familiares Rurais participam, desde 2015, do Programa de Escolas Associadas da UNESCO.

O superintende da Fundação Odebrecht, Fabio Wanderley, destacou o orgulho da parceria com a Mitsubishi Corporation. “Juntos envidamos esforços na educação de jovens para e pelo trabalho, incentivando-os a compartilhar sempre seu aprendizado nas comunidades em que vivem e a reinvestirem os ganhos nos seus negócios”.

Comentários