14 de agosto de 2018 às 20:34
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Comitê de Crise é criado para diagnosticar soluções e minimizar desabastecimento


Publicado em: 29/05/2018 8:02
Por: Najara Souza AC/Comunicação


Na reunião de ontem (28/05), realizada pelo Sindicombustíveis Bahia com a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Nacional de Petróleo (ANP), Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), distribuidoras e revendedores, foi criado um Comitê de Crise com o objetivo de diagnosticar soluções para minimizar o desabastecimento no Estado. “O comitê tem o objetivo de identificar dificuldades de abastecimento de veículos que prestam serviços de utilidade pública e, com a ajuda da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, tentar garantir o abastecimento emergencial, contribuindo para que a população possa ter um atendimento mínimo garantido provocado pela falta temporária de combustíveis”, disse o presidente do sindicato, Walter Tannus.

O comitê é integrado pelo Sindicombustíveis Bahia, representantes das distribuidoras, a Plural, e transportadoras; PM e PRF, ANP e Prefeitura de Salvador. Nesse primeiro momento, os participantes definiram as cidades de Feira de Santana, Jequié, Teixeira de Freitas, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Juazeiro como polos de abastecimento, onde serão escolhidos dois postos por cidade para abastecer com exclusividade os veículos de serviços públicos.

Balanço de distribuição – Na noite passada, aproximadamente 40 caminhões-tanques saíram carregados das bases de distribuição e abasteceram mais de 35 postos de Salvador, Lauro de Freitas e Candeias com aproximadamente 700 mil litros de gasolina. “Essa carga é insuficiente, mas temos a garantia da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP) de que a PM vai garantir a escolta de caminhões para realizar novos abastecimentos emergenciais. Embora a greve seja um direito dos caminhoneiros, precisamos unir esforços e tentar abastecer os órgãos públicos para que continuem atendendo à população”, comentou o presidente do Sindicombustíveis Bahia.

Tannus presidiu a reunião que teve a participação de Luiz Polybio Brasil, coordenador regional substituto da ANP; Tenente Coronel Denivaldo Campos, coordenador de operações da PM BA; Capitão Adriano Abreu, policiamento da capital da PM BA; André Cotrim, da Policia Rodoviária Federal; Giovani Brito, consultor estratégico da Plural; Fabrizzio Muller, Superintendente da Transalvador; Fabio Mota, secretário de Mobilidade Urbana de Salvador (Semob); Pedro Pinho e Patrícia Almeida da Coelba, e Thiago Andrade, representante das distribuidoras, além diretores do Sindicombustíveis Bahia.

Comentários