14 de agosto de 2018 às 16:38
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Com missão de golear, Vitória encara o Sampaio Corrêa no Barradão


Publicado em: 24/05/2018 7:01
Por: Correio


Hoje não tem alternativa. A partir das 19h, no Barradão, o Vitória precisa justificar o apelido “time de guerreiro”. Precisa ir à luta e golear, pois não adianta triunfo magro. Só assim o Leão pode conseguir avançar à semifinal da Copa do Nordeste. O adversário é o Sampaio Corrêa. Quem avançar encara o ABC, que eliminou o Santa Cruz.

No jogo de ida, o Sampaio Corrêa tirou a alegria do rubro-negro. Fez 3×0 em São Luís e abriu boa vantagem. Como lamentar já não adianta mais, anota aí o que o Vitória precisa fazer: marcar pelo menos quatro gols para classificar no tempo normal. Caso vença por 3×0, a decisão irá para os pênaltis.

Como o Nordestão considera o gol marcado fora de casa como critério de desempate, caso o Leão vença por 4×1 ou 5×2, por exemplo, quem avança é o time maranhense.

Nesse jogo, o responsável por não deixar passar nada será Ronaldo. Cria da base, o goleiro tem 21 anos e nunca atuou como profissional. Nesta quinta-feira (24), já estreia tentando mostrar que, no futebol, nada é impossível.

Na Toca do Leão desde os 14 anos, Ronaldo sempre esperou pela chance como profissional. Dia mais marcante, impossível. “Venho me preparando há muito tempo. Estou no profissional há três anos, trabalhei bastante, busquei meu espaço, mas sempre com a cabeça boa e respeitando a opinião de todos os treinadores que passaram por aqui”, disse ele, que acredita que entrará em campo no momento certo.

Ao longo desses três anos de espera, o goleiro enfrentou frustrações, mas agora só quer saber de realizar seu sonho e ajudar a manter o do Leão vivo. “Todo mundo já passou por essa questão da frustração. Às vezes, a gente acha que tem alguma coisa errada, que merecia uma oportunidade a mais. Mas isso é normal no futebol. O cara que estiver feliz em não estar jogando é mentiroso. Nunca passei isso para treinador, nem diretoria, nem para os meus próprios companheiros, porque seria uma falta de respeito da minha parte. Só falo em casa”, contou.

A oportunidade aparece em meio a trabalho e uma dose de sorte. Ronaldo era o terceiro goleiro do elenco até a semana passada, quando Caíque falhou em dois dos três gols do Sampaio no jogo de ida. Elias virou titular e enfrentou o Ceará no domingo, mas não está inscrito na Copa do Nordeste. E assim chegou a vez dele mostrar serviço.

Mas não adianta colocar toda a responsabilidade no par de luvas. O setor ofensivo do Vitória também precisa funcionar, e muito. A missão é coletiva, mas as maiores esperanças de gol estão em Neilton, artilheiro do time na temporada, com 16, e em André Lima, com oito.

Desfalques e promoção 
O zagueiro Walisson Maia é desfalque de última hora. Machucou a coxa no treino de quarta-feira (23) e foi vetado. Ramon herda a vaga.

Os outros desfalques são os atacantes Wallyson e Lucas Fernandes, o goleiro Elias e o zagueiro Aderllan. O primeiro já jogou pelo ABC e os outros não estão inscritos. Além deles, Juninho e Fillipe Soutto, recuperando-se de lesões, continuam fora da equipe.

Os ingressos de arquibancada estão em promoção, por R$ 10 / R$ 5 (meia). A cadeira, apenas para rubro-negros, custa R$ 50 / R$ 25 (meia). Hoje, a venda é feita só no Barradão, a partir das 9h.

Leão tem média de 2,4 gols por jogo no regional
Apesar da estreia do goleiro Ronaldo, as atenções estarão voltadas para o ataque do Vitória no jogo de hoje, contra o Sampaio Corrêa, às 19h, no Barradão. O time precisa estar em um dia inspiradíssimo e fazer pelo menos 3×0 para levar a disputa para os pênaltis ou 4×0 para avançar à semifinal da Copa do Nordeste no tempo normal.

O rubro-negro tem um dos ataques mais eficientes desta edição do regional. São 17 gols marcados em sete jogos, o que dá uma média de 2,4 por partida. Só o ABC, que já está classificado e será o adversário de Vitória ou Sampaio Corrêa, fez mais: 20 gols em oito jogos, média de 2,5. A conta não inclui o duelo Ceará x CRB, realizado ontem à noite – os cearenses iniciaram o jogo com 15 gols.

O artilheiro do Nordestão é ninguém menos que Yago, que está à disposição do técnico Vagner Mancini e cotado para a vaga de Wallyson, desfalque porque já jogou a competição pelo ABC. O meia soma cinco gols e divide a artilharia com Arthur, do Ceará.

O ataque do Leão precisa fazer uma partida acima da média e terá pela frente uma defesa que promete dar trabalho: o Sampaio Corrêa só levou três gols em sete jogos no campeonato. Um no empate por 1×1 com o CSA e dois na derrota por 2×1 para o Ceará, na fase de grupos. Nas outras cinco partidas, nenhum gol sofrido.

Já o Vitória, nesta edição, ainda não venceu por quatro gols de diferença, mas conseguiu marcar quatro vezes em duas partidas, ambas contra o Ferroviário. No entanto, nas duas ocasiões o placar foi de 4×1, que não é suficiente para conquistar a classificação hoje. O Leão levou gol em todos os jogos da Copa do Nordeste.

Comentários