16 de novembro de 2018 às 02:07
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Censo turístico aponta desafios para gestão de municípios baianos


Publicado em: 11/09/2018 18:23
Por: Ascom SineBahiaAscom/Setur / Repórter: Ana Paula Cabral / Fotos: Tatiana Azeviche


A partir da recente ampliação do número de municípios baianos no Mapa do Turismo Brasileiro, a Secretaria Estadual do Turismo (Setur-BA) realizou  pesquisa com o propósito de elaborar diagnóstico sobre os avanços do setor, nos últimos anos. As informações fornecidas por 127 cidades servirão de base para o planejamento de políticas públicas de desenvolvimento em 13 zonas turísticas da Bahia.

Os resultados do Censo Turístico foram apresentados durante a reunião de coordenadores das Instâncias de Governança Regional realizada pela Setur nesta terça-feira (dia 11), com a participação de empresários e gestores municipais. Dentre os principais indicadores da pesquisa estão questões relacionadas à promoção dos destinos.

“A Bahia tem um vasto território e atrativos diversificados. Elevamos de 118 para 150 o número de municípios turísticos – expansão em torno de 27% – o que exige rigoroso acompanhamento da Setur-BA. O diagnóstico obtido com a pesquisa indica o quanto evoluímos e quais são os desafios da gestão para o poder público e também para a iniciativa privada”, afirmou o secretário estadual do Turismo José Alves.

Cerca de 70% dos municípios turísticos têm Lei Municipal de Turismo vigente e Conselho Municipal de Turismo em atividade, mas apenas 14,2% oferecem incentivos fiscais/tributários para empresas de turismo. Praticamente metade dos destinos monitoram tendências de mercado, mas somente 31,5% são comercializados por agências/operadoras e 21,3% possuem centro de atendimento ao turista.

“Importante aspecto para avaliação da economia do turismo, a taxa de ocupação hoteleira é verificada por apenas 33,1% das localidades turísticas”, destacou o diretor de Regulação e Certificação dos Serviços Turísticos da Setur, Divaldo Borges.

Mais de 43% das cidades têm projetos do setor turístico financiados pelos governos federal e estadual. No governo federal, a maioria dos recursos vem do Ministério do Turismo, enquanto Setur/Bahiatursa são os principais financiadores estaduais, reforçando o papel da Setur de fomento ao turismo.

Também participaram da reunião o professor universitário Edilberto Gargur, que falou sobre o emprego do marketing territorial para o desenvolvimento econômico de áreas turísticas da Bahia; e a diretora de Desenvolvimento Territorial da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), Juliana Araújo.

 

Comentários