22 de outubro de 2019 às 20:57
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Serrinha completa 296 anos de história e 134 de emancipação política


Publicado em: 13/06/2019 17:12
Por: Tasso Franco | Foto: Divulgação


Não se pode, nem se deve desprezar a história desde a época da colonização e do império.

As autoridades municipais de Serrinha comemoraram neste dia 13 de junho a data de emancipação política do município quando passou a condição de cidade decreto assinado pelo presidente da Província da Bahia, Luiz Antonio da Silva Nunes, em 13 de junho de 1876. Portanto, são 143 anos de cidade.
   Não confundir com a região onde está situada Serrinha uma vez que há registros de de 1763 do Sítio de Nossa Senhora Santana de Serrinha quando descendentes de Bernardo da Silva solicitam ao presidente da Província à condição de distrito o que só conseguem em 1 de junho de 1838, quando instala-se o Distrito de Paz de Serrinha.
   Como acontece em outras localidades, casos de Porto Seguro, Ilhéus, Recife, São Paulo e outros deve-se considerar a história de Serrinha desde seus primórdios quando era sitio, depois arraial, em seguida vila e finalmente cidade.
   Há um documento no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB) reproduzido em meu livro “Serrinha – a colonização portuguesa numa cidade do sertão da Bahia” que consta a compra do sitio de Serrinha por Bernardo da Silva a dona Joana da Silva Guedes de Brito que data de 6 de setembro de 1723.
   Serrinha, a localidade já conhecida como sitio, depois de Bernardo morar em Tambuatá que data em citações de 1690, tem, portanto, 296 anos de existência. O que se comemora hoje é a data de emancipação político de Purificação dos Campos (Irará), mas, antes disso, o sitio, depois o arrial e a vila já existiam e têm história. A capela de Nossa Senhora Santana data de 1780 e toda essa história não pode ser desprezada.
   Porto Seguro comemorou 500 anos de existência a partir da descoberta cabralina na época do governo FHC, no ano de 2000. Porto Seguro, no entanto, foi Capitania Hereditária com Pedro de Campo Tourinho desde 1536 e não desprezou essa história. As novas fronteiras entre Ilhéus, Porto Seguro, Mucuri, Belmonte, etc, só foram estabelecidas em 1889. E Porto Seguro só virou cidade no século XIX.
   Serrinha, por posto, não pode desprezar sua história de quase 300 anos a ser comemorado em 2023 e destacar somente que faz 143 anos. Essa data é apenas da emancipação política e a indicação de ser município autônomo e cidade, cujo decreto só foi publicado dia 30 de junho de 1876 e a Câmara de Vereadores instalada em 1 de outubro de 1876. O primeiro intendente (cargo hoje equivalente a prefeito) Mariano Silva Ribeiro só assumiu em 3 de março de 1890.
A igreja matriz ainda existente é o monumento mais antigo da cidade, 1780
Foto: Museu Pró Memória

Comentários