23 de outubro de 2018 às 15:25
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Barbárie: eleitora de Ciro é espancada em bar do Recife


Publicado em: 13/10/2018 21:55
Por: Redação | Foto: Reprodução


Amigos se solidarizam com vítima que precisou passar cirurgia no braço.

As denúncias de eleitores agredidos por simplesmente se mostrarem contrários ao candidato Jair Bolsonaro não param de surgir nos dias seguintes às eleições do último domingo (7). Nesta quarta-feira (10), no Recife, mais um caso foi tornado público nas redes sociais. A produtora Érica Colaço divulgou as imagens da amiga Pipa Guerra, agredida por dois homens e uma mulher, apoiadores do candidato do PSL, em um bar no bairro do Arruda, Zona Norte do Recife, no dia da eleição.

Colaço explicou que amiga estava no estabelecimento e os agressores começaram a “mexer com ela por causa dos bottons e adesivos de Ciro e do #EleNao”. Em determinado momento, um deles chegou a mostrar uma arma. Quando a vítima tirou o celular e começou a filmar a intimidação, foi agredida, teve o braço quebrado e precisou ser acolhida por garçons do bar. “Eles agrediram ela com a intenção de matar. Só não mataram porque os garçons colocaram ela na cozinha até eles irem embora”, afirmou Colaço à reportagem do LeiaJá.

Segundo familiares da vítima, ela tentou ligar para a Polícia três vezes, mas não obteve atendimento. Pipa Guerra esperou seus agressores irem embora do bar para, só então, sair do local. Ela foi hospitalizada e precisou fazer uma cirurgia diante de uma fratura no braço, além de diversos outros hematomas. A vítima retornou para casa nesta quarta-feira.

Nas redes sociais, usuários eleitores de Jair Bolsonaro, despidos de qualquer traço de humanidade, criticam a postagem de Érica Colaço e se resguardam a afirmar que o fato se trata de uma fake news. Familiares, amigos e milhares de outras pessoas se solidarizam com a situação da vítima, inclusive parlamentares eleitos no pleito do último domingo, como a deputada federal Jandhira Feghali (PCdoB).

Comentários