16 de outubro de 2018 às 05:00
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Bahia faz 4×0 no Blooming e avança à 2ª fase da Sul-Americana


Publicado em: 24/05/2018 6:48
Por: Correio


O Blooming pode até ter surpreendido no jogo na Bolívia, mas uma vez na Fonte Nova deu o óbvio: triunfo fácil do Bahia nesta quarta-feira (23) e vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana.

Foi um jogo morno, em que o tricolor não precisou extrair muito dos seus titulares para ganhar por 4×0 – devolvendo, com sobras, o 1×0 em Santa Cruz de La Sierra.

Na reta final da partida, Zé Rafael e Júnior Brumado ainda fizeram os deles para carimbar a goleada.

O tricolor é o último time a se classificar para a segunda fase da Sul-Americana. O adversário será conhecido num sorteio a ser realizado apenas no dia 4 de junho. Serão 32 times, 22 oriundos da primeira fase e dez da Libertadores.

O Bahia vai para o pote 2. No pote 1, estarão as seis melhores campanhas da Sul-Americana e os 10 times da Libertadores.

O jogo
O Bahia jogou com enorme tranquilidade. Aos 11, Vinícius chutou de longe e Vaca teve que fazer grande defesa. Aos 14, Élber cruzou da direita e Júnior Brumado, pressionado pelo marcador, chutou para fora. Aos 18, Vinícius fez o cruzamento, a bola desviou e quase enganou o goleiro.

Aos 25, já teve gol. Após escanteio da esquerda, Tiago furou o desvio, mas Zé Rafael, não. De bico, fez 1×0.

Aos 33 e aos 45, Vinícius por pouco não ampliou. Na primeira, desviou para fora cruzamento de João Pedro. Na segunda, cobrou falta e mandou na trave.

O camisa 29 – que atua como camisa 10 – do Bahia enfim contribuiu para o segundo gol no início da etapa final. Aos quatro, ele cobrou falta do bico da área e Elton apareceu para cabecear. 2×0.

O Bahia tinha, então, o placar necessário para obter a vaga. Poderia ser até perigoso, já que um gol mudaria tudo, mas o Blooming não oferecia riscos. O gol estava mais próximo para o tricolor.

Aos 32, Brumado achou Zé Rafael no lado direito, que só fez chutar cruzado e marcar o terceiro do Bahia. Por fim, aos 48, num contra-ataque, Régis passou para Mena, que cruzou para Brumado fazer o quarto. Só alegria.

Comentários