14 de novembro de 2018 às 22:03
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Bahia consolida na atração de investimentos para exploração de diamantes


Publicado em: 07/11/2018 23:15
Por: AGENCIA DE NOTÍCIAS/ Foto: Divulgação


O potencial da Bahia para a exploração de diamantes foi um dos assuntos discutidos durante o VII Simpósio Brasileiro de Geologia do Diamante, realizado em Salvador, desde o último domingo (4). No município de Nordestina, na região do semiárido, fica localizada a Mina Braúna, primeira mina de diamantes em fonte primária da América Latina e a maior produtora de diamantes brutos do Brasil.

O gerente de empreendimentos minerais e gestão ambiental da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Adalberto Ribeiro, lembra que o estado baiano foi o primeiro sítio do país a ter uma exploração industrial da pedra preciosa.

“O diamante tem uma importância muito significativa para a Bahia desde o ponto de vista histórico com a produção de diamantes por ter deixado uma herança cultural muito forte na Chapada Diamantina sobre isso. Temos campos de alto potencial de diamantífero e isso desperta o interessa de muitos investidores para se instalarem na Bahia”, afirma Ribeiro.

Em operação desde 2016, a produção anual média da mina Braúna é de 250 mil quilates de diamantes, que são comercializados no mercado externo. O vice-presidente da Lipari Mineração, empresa responsável pela exploração da mina, Christian Schobbenhaus, comenta o trabalho que vem sendo realizado no estado. “O potencial para a Bahia é grande e estamos fazendo pesquisa para mina subterrânea “, revela Schobbenhaus.

Comentários