17 de dezembro de 2018 às 14:59
Escolha seu idioma:
CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK E RECEBA NOVIDADES

Após tiroteio em sinagoga, Trump defende pena de morte


Publicado em: 28/10/2018 16:31
Por: AGENCIA DE NOTÍCIAS/ Jim Watson/AFP/Getty Images


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu ontem (27) a pena de morte para prevenir massacres com armas de fogo, como o ocorrido em uma sinagoga na Pensilvânia. Ele afirmou ainda que a presença de um guarda armado no templo poderia ter evitado a tragédia. “Deveríamos trabalhar para fortalecer as leis relacionadas com a pena de morte. Tantos incidentes, em igrejas… deveriam pagar com a pena capital”, disse, em conversa com um grupo de jornalistas. Além disso, Trump avaliou que, apesar das medidas de segurança na sinagoga da Congregação da Árvore da Vida, a presença de um guarda armado evitaria que pessoas fossem vitimadas.

Comentários